Feira de Santana: Solidário a profissionais do programa Acorda Cidade, vereador diz que Marlede deve pagar dano ao Município

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Luiz Augusto (Lulinha): a própria Marlede invadiu as galerias e tirou a tomada do serviço de som, prejudicando o trabalho dos vereadores.
Luiz Augusto (Lulinha): a própria Marlede invadiu as galerias e tirou a tomada do serviço de som, prejudicando o trabalho dos vereadores.

A Prefeitura de Feira de Santana deve notificar a professora Marlede Oliveira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Educação (APLB), para que ela arque com os custos do conserto de trecho da pavimentação da Avenida Senhor dos Passos, danificado ontem por incêndio provocado, durante manifestação. A cobrança está sendo feita pelo vereador Lulinha (DEM), que falou nesta quarta-feira (23/09/2020), na Câmara, sobre o protesto, segundo ele organizado pela dirigente sindical.

Ele reprova a forma como a ação foi realizada, sob queima de pneus e madeira em uma das principais avenidas da cidade, bloqueando o trânsito e prejudicando a saúde das pessoas que trabalham na região, devido a densa fumaça originada pelo fogo. O vereador se manifestou solidário com o repórter Ney Silva, do Acorda Cidade, da Rádio Sociedade News, que teria sido hostilizado pelos manifestantes “e quase agredido fisicamente”, durante o exercício de seu trabalho. Estendeu seus sentimentos ao âncora do programa, o radialista Dilton Coutinho, que lamentou o constrangimento sofrido por seu funcionário.

De acordo com o parlamentar, a manifestação coordenada pela APLB Sindicato, com participação de vendedores ambulantes, teve pouca adesão, “o que comprova que a maioria dos dois segmentos não concorda com este tipo de ação”.  Ele diz que poucos concordam “com este ato de vandalismo”. Em seu discurso, lembrou que, há alguns anos, na Câmara, “jogaram cadeira tentando quebrar o vidro do plenário”. E recentemente, “a própria Marlede invadiu as galerias e tirou a tomada do serviço de som, prejudicando o trabalho dos vereadores”. Para o vereador, ninguém é contra protestos, “mas não de forma agressiva”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113755 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]