Em cinco anos, Governo Rui Costa investe R$ 3,4 bilhões para levar água e esgoto de qualidade aos baianos

Sistema de Esgotamento Sanitário são implantados na Bahia.Sistema de Esgotamento Sanitário são implantados na Bahia.

Garantir o direito humano essencial, fundamental e universal de acesso à água potável tem sido uma das prioridades do Governo do Estado da Bahia. Entre 2015 e junho de 2020, foram investidos R$ 3,4 bilhões para levar água de qualidade e ampliar o acesso ao esgotamento sanitário a cada vez mais baianos através da construção de novos sistemas de abastecimento e distribuição de água e de redes de esgoto em todas as regiões da Bahia.

Nesse período, um total de 612,3 mil novas ligações de água da Embasa foram feitas atendendo a mais 1,93 milhão de pessoas. O governador Rui Costa afirma que o investimento em abastecimento de água continuará sendo prioridade do Estado. “Água é prioridade para a vida humana, é uma de nossas prioridades de trabalho. Temos implantado redes de abastecimento e de esgoto em toda a Bahia e vamos continuar trabalhando para levar água limpa e condições mais dignas para os baianos, o que além de melhorar a qualidade de vida, melhora a saúde das pessoas”.

A política de governo tem mudado a vida de milhares de baianos, como a família da agricultora Alexandrina Ferreira, que vive na comunidade de Retiro, em Nordestina, no norte baiano. Em 2019, o local recebeu um Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (SSAA) com dessalinizador e, desde então, a população vive dias melhores. “De lá pra cá tudo mudou. A gente vivia aqui numa seca muito prolongada e muitas vezes a água salobra era a única coisa disponível para beber. As crianças ficavam doentes, era um sofrimento horrível. Posso dizer com todo coração que essa obra aqui mudou para sempre nossas vidas”.

Nos últimos cinco anos, o Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs),  Embasa e Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento (Cerb), construiu a Barragem do Rio Colônia e fez a ampliação das barragens da Tapera, em Itaparica, e de Ponto Novo, no centro norte da Bahia. Além disso, foram recuperadas as barragens de Saracura, de Brumado, de Aracatu, de Pedras Altas, de Riacho dos Poços, de Pituaçu, da Perereca e da Cabeceira do Rio Utinga. Também foram implantados 251 km de adutoras e 2,3 mil sistemas simplificados de abastecimento de água (SSAA) no meio rural.

Esgotamento Sanitário

Além das obras de abastecimento de água, as ações do Governo do Estado também contemplam sistemas de tratamento e de esgotamento. Nos últimos cinco anos foram implantadas 415,5mil novas ligações de esgoto da Embasa, 15 sistemas de esgotamento sanitário, realizadas 72 obras de ampliação e 2.292 módulos sanitários domiciliares (MSD) foram instalados no meio rural, beneficiando mais de 1,5 milhão de pessoas.

Para o titular da Sihs, Leonardo Góes, o saneamento é um importante vetor de desenvolvimento que impulsiona a economia do Estado, além de gerar centenas ou milhares de empregos. Esta característica aliada à proposta de novos investimentos tornam o saneamento um setor estratégico para o governo, que além da indução econômica gerada, atende e fomenta uma política essencial à saúde e qualidade de vida da população. “Os impactos econômicos são sentidos em áreas como turismo, construção civil e, principalmente, a desoneração de curto, médio e longo prazo na saúde pública, uma vez que aumenta a salubridade das habitações e evita a proliferação de doenças, garantindo também a preservação do meio ambiente”, destacou.

Sistema de Esgotamento Sanitário são implantados na Bahia.

Sistema de Esgotamento Sanitário são implantados na Bahia.

Sistema de Abastecimento de Água Potável são implantados na Bahia.

Sistema de Abastecimento de Água Potável são implantados na Bahia.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]