Eleições 2020: Convenção suprapartidária formada pelo PT, PP, PDT, PCdoB e Avante homologa candidatura de Zé Neto à prefeito de Feira de Santana

Candidatura de José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Candidatura de José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.

Convenção ‘A Mudança Que Feira Quer’, formada pelo PT, PP, PDT, PCdoB e Avante, homologou os nomes do petista para prefeito e de seu vice Roque Santos (PP), na noite desta quinta-feira (10/09/2020).

“A cidade não pode ser construída com politicagem e ineficiência, mas sim com gestão pública moderna, transparente e que cuide das pessoas, principalmente das mais carentes”. É o que defendeu o candidato à prefeito de Feira de Santana, Zé Neto (PT), durante a convenção “A Mudança Que Feira Quer”, que oficializou a chapa com seu nome e do vice Roque Santos (PP), na noite desta quinta-feira (10). Na ocasião, foram apresentadas 120 candidaturas para vereador(a) da coligação formada pelo PT, PP, PDT, PCdoB e Avante.

A homologação da candidatura, segundo Roque Santos, representa o sonho de duas pessoas que desejam o melhor para essa cidade. “Juntos, vamos construir políticas de desenvolvimento econômico para Feira, que possam atender as necessidades do nosso povo. Estou honrado com esse desafio, que abraçaremos com muita garra”, assegurou.

A convenção, que foi realizada em formato de live e transmitido pelas redes sociais, contou com o apoio do governador da Bahia, Rui Costa (PT) e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e teve as presenças do vice-governador João Leão (PP); do senador Jaques Wagner (PT); dos deputados federais Félix Mendonça Júnior (PDT) e Sargento Isidório (Avante); e do estadual Robinson Almeida (PT); do secretário estadual do Trabalho, Emprego e Renda, Davidson Magalhães (PCdoB); entre outras lideranças nacionais, que enalteceram a trajetória de Zé Neto e Roque Santos.

“Quando Lula foi presidente da República, ele tinha como vice um empresário bem sucedido que foi José Alencar. Agora, essa história se repete em Feira, com Zé Neto e Roque Santos. De um lado, um homem com uma trajetória política maravilhosa e que conhece esta cidade melhor do que ninguém. Do outro, um empresário experiente que honra a trajetória de seu pai e ex-prefeito de Pé de Serra, o saudoso Hildefonso Vitório. Chegou a hora de vocês dois transformarem a Princesa do Sertão em ‘Rainha do Sertão'”, conclamou João Leão.

O senador Jaques Wagner disse estar convicto de que os feirenses reconhecem que “chegou a vez de Zé Neto ser o prefeito de Feira”. “Sinto em você, Zé, a energia da juventude e, ao mesmo tempo, a maturidade conquistada ao longo dos anos na advocacia e na vida pública, principalmente quando foi meu líder de governo na Assembleia Legislativa por quatro anos e presidiu a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), desempenhando um excelente trabalho. De lá pra cá, cresceu o suficiente para governar os destinos da segunda maior cidade do nosso Estado. É o momento do povo de Feira colher os frutos do filho da terra, que não foge da raia!”, afirma.

Candidatura de José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Candidatura de José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Candidatura de José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Candidatura de José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Candidaturas de Roque Eudes (PP) e José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito e vice-prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Candidaturas de Roque Eudes (PP) e José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) à prefeito e vice-prefeito de Feira de Santana é confirmada em convenção suprapartidária.
Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9388 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).