Contrato entre camelô e Shopping Popular de Feira de Santana pode sofrer mudanças por Projeto de Lei, diz vereador

Luiz Ferreira Dias (Luiz da Feira) o objetivo é proporcionar melhores condições de atuação para categoria e protegê-los.
Luiz Ferreira Dias (Luiz da Feira) o objetivo é proporcionar melhores condições de atuação para categoria e protegê-los.

A possibilidade de parcelamento de dívida, ampliação do prazo de carência para o início do pagamento de aluguel para “no mínimo um ano” e o preço do metro quadrado de cada boxe a no máximo R$ 30,00. Essas são algumas das alterações sugeridas, em projeto de lei de autoria do vereador Luiz da Feira (PROS), no contrato entre camelôs e os responsáveis pela gestão do Centro Comercial Popular (Shopping Popular).

Em discurso nesta segunda-feira (14/09/2020), o vereador apelou ao presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro (MDB) para que a proposta seja colocada o quanto antes em plenário para discussão. Ele defende urgência na tramitação pois em 15 de setembro termina o prazo dado pela Prefeitura para que os vendedores ambulantes cadastrados que trabalham no centro da cidade desocupem os espaços e transfiram-se para o “Cidade das Compras”, como também está sendo chamado o empreendimento.  O objetivo, segundo ele, é proporcionar melhores condições de atuação para categoria e protegê-los “diante dos abusos a que estão sendo condicionados”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108727 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]