Candidato à prefeito Roberto Tourinho defende que governo municipal não puna inadimplentes durante pandemia e diz que Economia Criativa de Feira de Santana deve ser estimulada

Roberto Tourinho: é preciso que os órgãos públicos e autoridades compreendam que muitas pessoas estão enfrentando o desemprego.Roberto Tourinho: é preciso que os órgãos públicos e autoridades compreendam que muitas pessoas estão enfrentando o desemprego.

Favorável à decisão judicial que suspendeu, liminarmente, a “Blitz do IPVA” em Feira de Santana, o vereador Roberto Tourinho (PSB), defendeu nesta terça (29/09/2020) na Câmara que a Prefeitura deixe temporariamente de negativar, nos órgãos de proteção ao crédito, contribuintes que estejam inadimplentes em impostos e taxas municipais, bem como de buscar judicialmente a inclusão destes na Dívida Ativa.

A sugestão tem como justificativa o momento econômico difícil porque passam todos os trabalhadores, por conta da pandemia de coronavírus no país.  Segundo Tourinho, não se trata de abrir mão de receita, muito menos estimular a inadimplência. “Não estou com isso incentivando o calote, ou dizendo que não se deve pagar, mas apenas mostrando a percepção que muitos se encontram em dificuldades. É preciso que os órgãos públicos e autoridades compreendam que muitas pessoas estão enfrentando o desemprego”, diz o vereador, que é advogado. No caso da Blitz do IPVA, ele cumprimentou ao colega Edvaldo Lima (MDB), autor da Ação Popular que resultou na suspensão da operação na cidade, e disse que ninguém deixa de pagar o imposto “porque simplesmente não quer”. Quem tem um veículo, ele observa, “sabe que a qualquer momento pode precisar sair de sua cidade ou estado e é importante que esteja com a documentação em dia”.

Ação cultural e intelectual para gerar negócios, Economia Criativa deve ser estimulada em Feira

Alternativa capaz de “gerar negócios a partir de ações culturais e intelectuais, com alto potencial de lucratividade”, a Economia Criativa deve ser adotada pelo poder público como um novo modelo de desenvolvimento para Feira de Santana, defende o vereador Roberto Tourinho (PSB). Ele falou sobre a proposta na sessão desta segunda (28) da Câmara, após uma discussão com o ex-deputado federal e membro dos diretórios Nacional e Estadual do seu partido, Domingos Leonelli, que esteve na cidade, no fim de semana.

 Ele diz que a economia deve ser um dos eixos da próxima gestão municipal, junto com as áreas de cultura, agricultura, transporte, mobilidade urbana, indústria e assistência aos idosos e a pessoas com deficiência. Segundo ele, nacionalmente, o PSB é entusiasta dessa proposta. Tourinho citou recente matéria divulgada pelo Jornal Folha do Estado, que mostra Feira de Santana “fora dos pontos mais importantes de indicadores sociais”. Essa ausência, conforme destacou, deve-se ao fato do Plano Diretor da cidade estar “dormindo nas gavetas empoeiradas da Secretaria de Planejamento há 20 anos”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]