Vereador pede segurança em unidades de saúde de Feira de Santana

José Menezes (Zé Filé): sei que é um dever do Estado, mas como ele não está cumprindo com sua obrigação, peço ao prefeito que ajude a levar segurança para quem está nas unidades de saúde da nossa cidade.
José Menezes (Zé Filé): sei que é um dever do Estado, mas como ele não está cumprindo com sua obrigação, peço ao prefeito que ajude a levar segurança para quem está nas unidades de saúde da nossa cidade.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta quarta-feira (05/08/2020), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PSD) informou que fez uma indicação ao Executivo solicitando a disponibilização de guardas municipais em unidades de saúde para evitar que assaltos voltem a acontecer.

“Essa semana fiz uma indicação solicitando ao Executivo uma atenção especial às policlínicas, PSFs. Pedi que coloque um guarda municipal para fazer a segurança e levar mais tranquilidade aos funcionários e pacientes. Semana passada um posto médico do Viveiros foi assaltado, as pessoas foram presas em salas. Sabemos das dificuldades que o Estado tem em ofertar a segurança para nossa cidade, apesar de ser um dever constitucional”, pontuou Zé Filé.

E continuou. “Sei que é um dever do Estado, mas como ele não está cumprindo com sua obrigação, peço ao prefeito que ajude a levar segurança para quem está nas unidades de saúde da nossa cidade. É uma situação complicada, mas confio no prefeito e acredito que ele vai atender minha solicitação. O governador não está fazendo sua parte e o prefeito, às vezes, assume o papel”, disse.

Para Zé Filé, Feira de Santana precisa da ajuda do Estado para combater o coronavírus e a violência. “A segurança de nossa cidade está abandonada, todos os dias temos relatos de atos de violência. A Covid-19 está acabando com nossa cidade e o governador não faz nada. Só estamos vendo as pessoas morrendo: ou de Covid-19 ou de bala. O vírus é invisível, é mais difícil de conter; mas o ladrão, não. O ladrão pode ser contido. Estamos com uma deficiência de mais de 60% no número de policiais militares na cidade”, informou.

Ainda no uso da tribuna, o edil reforçou a falta de segurança no bairro Feira X. “Eu votei no governador que ai está, mas não é por isso que vou ficar calado. Ele precisa saber que a segurança de Feira de Santana não está sendo bem assistida pelo Estado. No Feira X, as pessoas não podem mais ficar na porta de suas casas, os meninos não podem mais brincar na rua porque é arriscado serem vítimas de bala perdida. Eu andava a pé nas ruas do Feira X e fui assaltado três vezes. Agora ando de carro”, relatou.

Para finalizar, Zé Filé também criticou a falta de segurança na zona rural. “Se nós, na sede, estamos nessa dificuldade imagina quem mora na zona rural? Em Ipuaçu, por exemplo, não vimos viaturas fazendo ronda. Vimos apenas uma e essa quantidade não é suficiente para fazer a segurança de um distrito. Há três coisas que não podem faltar numa sociedade: saúde, educação e segurança. Governador, faça sua parte. O povo não está pedindo demais, governador; pede apenas o que tem direito”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108904 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]