Segurança Alimentar e Nutricional na Prática é debatida em seminário virtual promovido pelo Governo da Bahia

Evento, transmitido pelo canal SDRBahia no Youtube, é uma iniciativa da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).
Evento, transmitido pelo canal SDRBahia no Youtube, é uma iniciativa da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

Dando continuidade ao seminário Papo para um Novo Mundo, iniciado nesta segunda-feira (03/08/2020), na tarde desta terça-feira (04), o tema debatido foi Segurança Alimentar e Nutricional na Prática. O evento, transmitido pelo canal SDRBahia no Youtube, é uma iniciativa da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), no âmbito do projeto Bahia Produtiva, em parceria com VP Centro de Nutrição Funcional.

O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, apresentou as Políticas Públicas de apoio à Segurança Alimentar e Nutricional: Produção, consumo e geração de renda como caminho para autonomia: “Essa participação mais ampliada de um conjunto de profissionais e instituições dá a dimensão desse tema, que é tão importante para o desenvolvimento rural sustentável. O objetivo é fortalecer as ações, que já estão em curso, voltadas para a segurança alimentar e nutricional, e superar os desafios existentes, para que possamos aperfeiçoar e estruturar, para termos melhores resultados das ações que são realizadas pelo Governo do Estado, por meio da SDR/CAR”.

José Moacir, presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar (Consea), em sua participação, explicou o conceito que o Consea tem de Segurança Alimentar: “Entende-se que é a capacidade de cada pessoa, família, nação, tem de produzir alimentos em quantidade suficiente e qualidade  para suprir as necessidades da pessoa. Necessidades biológicas, culturais e também subjetivas, de forma continuada e sem agredir o meio ambiente”. Ele observou ainda que projetos, como o Bahia Produtiva, podem contribuir nessa lógica da Segurança Alimentar e Nutricional, com os desafios para atingir, de fato, o direito humano à alimentação.

O Papo para um Novo Mundo está promovendo uma série de diálogos virtuais sobre sustentabilidade, agroecologia, produção de alimentos saudáveis, bons, limpos e justos. Entre os temas debatidos nesse painel foram: Os Processos de Educação Alimentar e Nutricional, fundamental para a garantia do Direito Humano à Alimentação e Nutrição adequada e Educação e Assistência Técnica de apoio à Segurança Alimentar e Nutricional: Projeto Bahia Produtiva. A programação contou ainda com a apresentação de vídeos contendo depoimentos de beneficiários atendidos pela assistência técnica de apoio à Segurança Alimentar e Nutricional.

Valeria Pascoal, Mestre na área de Nutrição e Pediatria pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), e Diretora da VP Centro de Nutrição Funcional, falou da importância de se incentivar a juventude rural a dar continuidade ao importante trabalho da agricultura familiar, nesse contexto da segurança alimentar e nutricional, reforçando que jovens, como os que atuam como Agentes Comunitários Rurais (ACRs), no projeto Bahia Produtiva, precisam se empoderar e valorizar a agricultura, cuidando da terra, do solo, e também valorizar os verdadeiros mestres da Nutrição, que é muito mais ampla, e ultrapassa a técnica e a academia: “Na verdade, nossos verdadeiros mestres, que nos ensinam demais, são os agricultores, extrativistas, povos indígenas e quilombolas”.

Pascoal reforçou ainda a necessidade de diversificar as prescrições, seja em editais da alimentação escolar, refeições coletivas, cozinhas hospitalares: “Se nós, profissionais nutricionistas, não aumentarmos a diversidade na prescrição, isso vai bater no campo, e aí vai ter menos diversidade”. Ela alertou que quando se prescreve um alimento, que não é da nossa biodiversidade, isso não gera renda para o agricultor local e deixa-se de utilizar a riqueza nutricional de alimentos que existem com abundância nos quintais, e que podem gerar muito mais saúde, não só para os agricultores, mas para toda a sociedade, que, por falta de conhecimento, poderia prevenir e tratar muitos problemas de saúde.

A programação do painel, mediado por Carlos Eduardo Leite, membro da Coordenação Executiva do Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (SASOP) e da Articulação de Agroecologia na Bahia (ABA), contou com a participação de Ligia Amparo, professora Doutora da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação e Cultura (NEPAC) e Wecslei Ferraz, coordenador de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) da CAR/Projeto Bahia Produtiva.

Em 2019, o Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, lançou o Plano de Ação de Segurança Alimentar e Nutricional e realizou a capacitação de 81 profissionais de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), 150 jovens Agentes Comunitários Rurais para atuarem como multiplicadores em suas comunidades, implantou bancos de sementes nos 27 territórios da Bahia, e promoveu a sensibilização dos agricultores sobre a temática e, ainda, fez o levantamento sobre a situação da segurança alimentar e nutricional das famílias beneficiadas.

Programação

O seminário segue até quarta-feira (05), com os temas Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) e sua relação na garantia da Segurança Alimentar e Nutricional e Produção versus Consumo: como assegurar alimentação para todos? Para conferir todo o conteúdo do Painel de Segurança Alimentar e Nutricional na Prática acesse: https://urless.in/SuWXv.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106780 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]