Feira de Santana: Restaurantes e lanchonetes que descumprirem o decreto podem ter o estabelecimento fechado

Força Tarefa criada pela Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) voltará às ruas para intensificar o controle das regras em restaurantes e lanchonetes.
Força Tarefa criada pela Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) voltará às ruas para intensificar o controle das regras em restaurantes e lanchonetes.

A Força Tarefa criada pela Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) voltará às ruas para intensificar o controle das regras em restaurantes e lanchonetes. Nos últimos dias, em Feira de Santana, foram identificados diversos estabelecimentos descumprindo as normas estabelecidas para a reabertura.

Segundo o secretário de Prevenção à Violência, Moacir de Lima, o principal motivo de preocupação são as aglomerações. Os restaurantes só podem funcionar das 11 às 15 horas para almoço e das 17 às 21 horas para o jantar, com apenas 40% da capacidade máxima. As mesas devem ficar distantes, pelo menos, dois metros uma da outra. Não é permitido self-service ou a realização de eventos e/ou comemorações.

Já as lanchonetes podem funcionar das 8 às 17 horas. Também devem obedecer ao distanciamento e demais protocolos estabelecidos, como higienização e uso de máscaras.

O secretário destaca que muitos estabelecimentos estão utilizando da prerrogativa de venderem alimentos para comercializar bebidas, como se fossem bares, aglomerando pessoas. Os bares ainda estão proibidos de funcionar no município.

“Estão passando de todos os limites. Existem protocolos que devem ser respeitados e cumpridos. Aqueles que não estiverem funcionando de acordo com o que estabelece o decreto vão ter o estabelecimento fechado”, afirma Moacir de Lima.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112566 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]