Ex-agente da CIA é preso e acusado de espionagem para a China

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vista aérea de sede da Agência Central de Inteligência (CIA), em Langley, Virgínia, EUA.
Vista aérea de sede da Agência Central de Inteligência (CIA), em Langley, Virgínia, EUA.

Um ex-oficial da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) foi preso e acusado de espionar para a China em um esquema que envolvia um parente que também havia trabalhado para a CIA, anunciou o Departamento de Justiça norte-americano nesta segunda-feira (18/08/2020).

Em nota, a agência diz que Alexander Yuk Ching Ma foi preso na sexta-feira acusado de conspirar com um parente ex-oficial da CIA para comunicar informações confidenciais com autoridades de inteligência da China.

Naturalizado cidadão americano, Ma começou a trabalhar para a CIA em 1982, com acesso a informações de alta segurança, de acordo com investigadores. Procuradores dizem que Ma deixou a CIA em 1989 e viveu e trabalhou em Xangai, na China, antes de se mudar para o Havaí em 2001.

Documentos da Justiça acusam Ma e seu parente de ter conspirado com espiões chineses para compartilhar informações confidenciais de Defesa por mais de uma década.

Procuradores disseram que o esquema começou com três dias de reuniões em Hong Kong em março de 2001, durante os quais os ex-oficiais da CIA providenciaram informações para o serviço estrangeiro de inteligência sobre funcionários, operações e métodos de ocultação de comunicações da agência.

Documentos do tribunal dizem que depois que Ma foi para o Havaí, ele buscou emprego com o FBI para reconquistar o acesso a segredos do governo norte-americano e assim pudesse passá-los adiante a espiões chineses.

*Com informações de Mark Hosenball, Daphne Psaledakis e Mark Hosenball, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113905 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]