Reportagem de Alfredo Mergulhão, publicada nesta sexta-feira (21/08/2020) na Revista Época, revela que o Padre Robson de Oliveira é investigado pelo MPGO por suspeita de desviar R$ 60 milhões doados por fiéis à Igreja Católica. Segundo investigação, pároco da Basílica do Divino Pai Eterno, em Goiás, é apontado pelo MP como líder de uma organização criminosa.
Manchete

Goiás: Operação Vendilhões analisa movimentação financeira de R$ 1,7 bilhão de entidades religiosas; Segundo investigação, padre celebridade comprou casa de luxo na Bahia

Possíveis crimes de apropriação indébita, lavagem de capitais, organização criminosa, sonegação fiscal e falsidade ideológica praticadas pelos dirigentes das três associações ligadas à Igreja Católica em Trindade, que recebiam doações em dinheiro de fiéis, estão