Professoras da rede estadual da Bahia são finalistas da 23ª edição do Prêmio Educador Nota 10 

Professoras da rede estadual da Bahia são finalistas da 23ª edição do Prêmio Educador Nota 10.
Professoras da rede estadual da Bahia são finalistas da 23ª edição do Prêmio Educador Nota 10.

As professoras da rede estadual de ensino, Maria Isabel Gonçalves, do Colégio Estadual Rui Barbosa, localizado no município de Boninal; Keiliane de Oliveira, do Colégio Estadual Quilombola de São Tomé, de Campo Formoso; e Patrícia Paiva Rocha, do Colégio Estadual Abdias Menezes, de Vitória da Conquista, estão entre os 50 educadores finalistas da 23ª edição do Prêmio Educador Nota 10. Considerado o maior e mais importante da Educação Básica brasileira, o prêmio reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e, também, coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país.

A educadora Maria Isabel Gonçalves, que leciona Filosofia, foi indicada com o projeto “As filosofias de minha avó: poetizando memórias para afirmar direitos”. “O legado de minha bisavó Iaiá Lia, rezadeira da Umburana, que acolhia toda as comunidades quilombolas do entorno em Santo Reis, foi o que me fez adentrar na procura por uma filosofia decolonial, as filosofias de minha avó, propondo caminhos para redescobrir também as filosofias das avós de meus jovens alunos, as iaiás e seus saberes cheios de encantamentos. Este reconhecimento é para elas, pois as suas memórias são um legado para refazer o caminho de volta ao Ubuntu. Ao me inscrever no projeto, sonhei alto em poder divulgar ao Brasil este chamado às memórias e todas as suas possibilidades para a aprendizagem”, afirmou.

Para a professora Patrícia Paiva Rocha, que ensina Educação Física, estar entre os finalistas de todo o Brasil é emocionante. Ela foi indicada com o projeto “Conquista frisbee: discos que voam nos céus da Bahia”. Esse projeto traduz o desejo de construir uma escola pública que seja um espaço de oportunidades, que contribua no processo de formação de cada pessoa que pisa o seu chão e compartilha conosco sua própria história. Ser reconhecida pelo trabalho de toda a vida me inspira a continuar caminhando”.

A professora de Química, Keiliane de Oliveira, desenvolveu com os estudantes o projeto “Dessalinizador solar de baixo custo: uma alternativa sustentável”, que lhe rendeu a indicação ao prêmio. “Ser finalista deste prêmio é muito gratificante e estimulante, pois mostra que estamos no caminho certo, dando o nosso melhor diariamente. A realização do projeto e o reconhecimento me fazem refletir e ter orgulho da profissão que não é apenas ministrar aulas e sim transformar vidas e a nossa realidade

*Sobre o prêmio -* O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998, pela Fundação Victor Civita, que, desde 2014, realiza a premiação em parceria com as empresas Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho. O prêmio é dividido em três fases. Na primeira, são escolhidos 50 finalistas. Dentre eles, são selecionados os 10 vencedores e o Educador do Ano, reconhecidos ainda em 2020. Cada um dos premiados ganha um vale-presente no valor de R$ 15 mil. O Educador do Ano, escolhido pela Academia de Jurados, recebe outro vale-presente, também no valor de R$ 15 mil. As escolas dos vencedores

também recebem uma verba para celebração.

Professoras da rede estadual da Bahia são finalistas da 23ª edição do Prêmio Educador Nota 10.
Professoras da rede estadual da Bahia são finalistas da 23ª edição do Prêmio Educador Nota 10.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112724 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]