PGR denuncia deputado ao STF por ofensas a Alexandre de Moraes; Otoni de Paula disse que não conhece teor da denúncia; Extremismo de direita é confrontado

Extremista de direita, deputado federal Otoni de Paula (PSC - RJ) é processado por verborragia contra ministro do STF.Extremista de direita, deputado federal Otoni de Paula (PSC - RJ) é processado por verborragia contra ministro do STF.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou hoje (14/07/2020) o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de difamação, injúria e coação.  A denúncia foi encaminhada pelo vice-procurador-geral, Humberto Jacques de Medeiros.

Na denúncia, a PGR afirma que o deputado fez duas transmissões ao vivo pela internet, nos dias 16 de junho e 5 de julho, nas quais “imputou fatos afrontosos à reputação do ministro [do STF] Alexandre de Moraes”, além de ofender a dignidade do ministro. Os fatos são investigados no inquérito que apura ataques às instituições.

“As expressões intimidatórias utilizadas pelo denunciado escapam à proteção da imunidade parlamentar e atiçam seus seguidores nas redes sociais, de cujo contingente humano já decorreram investidas físicas contra o Congresso e o próprio Supremo”, afirma a procuradoria.

Em uma mensagem publicada nas redes sociais, o parlamentar afirmou que ainda não tem conhecimento sobre a denúncia feita pela PGR. “Ainda não conheço o teor das denúncias da PGR contra mim, mas uma coisa prometo, lutarei até o fim contra a tirania da toga”.

Extremista de direita, deputado federal Otoni de Paula (PSC - RJ) é processado por verborragia contra ministro do STF.

Extremista de direita, deputado federal Otoni de Paula (PSC – RJ) é processado por verborragia contra ministro do STF.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]