Pescados da agricultura familiar da Bahia aderem ao delivery em Salvador

Organizações produtivas de toda a Bahia se estruturaram mesmo com a pandemia, seguem trabalhando e escoando a produção.
Organizações produtivas de toda a Bahia se estruturaram mesmo com a pandemia, seguem trabalhando e escoando a produção.

Com investimentos do projeto Bahia Produtiva, organizações produtivas de toda a Bahia se estruturaram e, hoje, mesmo com a pandemia, seguem trabalhando e escoando a produção, como é o caso da Cooperativa dos Pescadores e Marisqueiros de Vera Cruz (Repescar). A cooperativa produz cerca de três toneladas por mês e segue atendendo à demanda de restaurantes da alta gastronomia de Salvador e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A Repescar aderiu ao delivery como estratégia de venda e pelo endereço eletrônico www.goomer.app/cooperativa-repescar é possível comprar mariscos catados, como caranguejo, siri, chumbinho, aratu e ostra, polpa de peixe, e petiscos artesanais, como coxinha de bacalhau e de peguari e bolinho de siri e camarão.

Por meio do edital Alianças Produtivas Territoriais, a cooperativa recebeu investimentos de R$ 2.2 milhões para reforma e ampliação da unidade de beneficiamento de pescados, embarcações e veículos para transporte da produção, além de equipamentos para proteção individual e de produção para as famílias beneficiárias, e também armazenamento, logística e gestão do projeto.

Para o representante da Repescar, José Carlos Bezerra Júnior, o Bahia Produtiva levou uma nova abordagem ao sistema produtivo de pescados da região, proporcionando oferta ao mercado de produtos com alta qualidade e sanidade garantida, com um canal direto entre quem produz e quem consome, gerando mais renda às comunidades pesqueiras tradicionais: “Esses investimentos estão sendo fundamentais para que os pescadores e marisqueiras consigam ter acesso ao mercado formal, como restaurante e mercados institucionais. Com a reforma e ampliação vamos poder, não só dar mais qualidade ao nosso produto, mas também trabalhar com um novo leque de produtos e abrir novas possibilidades. Graças a esses investimentos conseguimos estruturar nosso delivery em Salvador”.

A ação atinge diretamente 400 famílias de marisqueiras e pescadores que vivem em nove cidades da Baía de Todos-os-Santos, representando uma grande oportunidade para todas as comunidades do território pesqueiro.

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial. Além do edital Alianças Produtivas, que contempla todos os sistemas produtivos, o projeto conta com o edital de aquicultura, piscicultura e pesca artesanal, que já destinou R$16 milhões na atividade para qualificar e agregar valor à produção de 33 associações e cooperativas em todo estado.

Confira mais informações sobre as entregas da Repescar e de outras organizações produtivas no catálogo da agricultura familiar delivery, disponível em www.sdr.ba.gov.br. São produtos de qualidade reconhecida, como azeite de licuri, cafés especiais, castanhas de caju selecionadas, derivados de milho não transgênico, geleias e doces de sabores típicos do Semiárido, cortes especiais de cordeiro, morangos, chocolates especiais, entre outros produtos produzidos de forma orgânica ou agroecológica, que chegam à mesa das famílias vindos diretamente de quem produz.

Organizações produtivas de toda a Bahia se estruturaram mesmo com a pandemia, seguem trabalhando e escoando a produção.
Organizações produtivas de toda a Bahia se estruturaram mesmo com a pandemia, seguem trabalhando e escoando a produção.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112674 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]