Governo Colbert Martins firma contrato para elaboração do Plano Diretor de Drenagem e Manejo de Águas Pluviais Urbanas de Feira de Santana

Prefeito Colbert Martins Filho (MDB).
Prefeito Colbert Martins Filho (MDB).

A população de de Feira de Santana está próxima de contar com mais um obrigatório e fundamental instrumento norteador de soluções para problemas comuns das grandes cidades. Está assinado pela Prefeitura, com publicação em seu Diário Oficial, contrato com a Fundação Escola Politécnica, órgão da Universidade Federal da Bahia, para a elaboração do Plano Diretor de Drenagem e Manejo de Águas Pluviais Urbanas do Município. O prazo para conclusão do trabalho é de 12 meses.

A Escola Politécnica da UFBA, de grande credibilidade e comprovado know-how, é a mesma instituição contratada pelo Governo do Estado para realizar o Plano Diretor de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (dois estudos em um) já finalizados e entregues ao Município.

A dispensa de licitação em um estudo dessa natureza é conduta legal, perante a legislação, considerando-se a singularidade dos serviços especializados (contratação de instituição brasileira incumbida regimental ou estatutariamente da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento institucional, desde que detenha inquestionável reputação ético-profissional e não tenha fins lucrativos).

O custo do projeto está orçado em R$  2.947.513,80. Sobre o investimento, a administração municipal informa que os valores são referenciados em tabelas de mercado e que o contrato conta com um detalhado memorial de cálculos, garantindo ao Município um rigoroso controle econômico-financeiro do projeto.

De elevada complexidade técnica, o projeto envolve análise, em separado, das três bacias de Feira de Santana – Jacuipe, Subaé e Pojuca – com detalhamento de suas vulnerabilidades (áreas atingidas e consideradas de risco no período chuvoso). No estudo, que abarca as áreas de planejamento, desenvolvimento urbano e meio ambiente, serão realizadas consultas à sociedade civil e audiências públicas. O documento  apresentará propostas de intervenções para o controle de cheias, na busca de solucões de problemas crônicos, especialmente na periferia da cidade, que causam transtornos e até mesmo perigo de vida para a população.

Além de já ter sido finalizado e entregue o Plano Diretor de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário, elaborado em uma parceria com a Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa), a Prefeitura de Feira de Santana também consta do seu arcabouço  o Plano Municipal de Tratamento de Resíduos Sólidos.

“A população de Feira de Santana pode orgulhar-se de ser uma das poucas cidades no nordeste a estar executando nos últimos anos um processo de construção dos seus planos diretores nas mais diversas áreas, conforme determina o Marco Legal da União. Evidentemente, custos para a elaboração de estudos de tamanha envergadura não são baixos, mas a Prefeitura, felizmente, tem esses recursos assegurados”, diz o prefeito Colbert Martins Filho.

Ele observa que são verbas “carimbadas”, ou seja, com finalidade específica e apenas podem ser utilizadas neste projeto. O prefeito observa que por é enorme a complexidade de um trabalho como este, de articulação do Plano Diretor de Drenagem e Manejo de Águas Pluviais Urbanas do município, “mas é válido o esforço do Governo, que deixa um legado para as nossas futuras gerações”.

Prefeito Colbert Martins Filho (MDB).
Prefeito Colbert Martins Filho (MDB).
Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108757 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]