Salvador e Lauro de Freitas contam com delivery de cortes especiais de caprinos da agricultura familiar

Os animais são abatidos pela Frigbahia, Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos, e de lá as carnes são comercializadas com a marca Fino Sertão.Os animais são abatidos pela Frigbahia, Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos, e de lá as carnes são comercializadas com a marca Fino Sertão.

Os moradores de Salvador e Lauro de Freitas podem receber em casa os cortes especiais de caprinos e ovinos da agricultura familiar, da Cooperativa Agroindustrial de Pintadas (COOAP). Os animais são abatidos pela Frigbahia, Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos, e de lá as carnes são comercializadas com a marca Fino Sertão.

Os pedidos podem ser feitos por meio do site www.finosertao.com.br, lançado recentemente. Os produtos possuem rígidos padrões de produção, com o selo S.I.E., Certificado de Inspeção Estadual e incluso no SISBI, cadastro de estabelecimentos do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal.

A Bahia é o maior produtor de caprinos do Brasil e a segunda de ovinos. A criação desses animais é alternativa de emprego e renda no meio rural. De acordo com os últimos dados do IBGE, o estado assumiu o primeiro lugar no ranking da produção nacional.

O projeto do Governo do Estado, Bahia Produtiva, por meio do edital de Caprinocultura, destinou mais de R$20 milhões em 66 projetos para dinamizar a cadeia produtiva da caprino-ovinocultura do estado envolvendo mais de 1500 famílias baianas, por meio da organização da base de produção, qualificação do rebanho e acesso ao mercado.

A Cooap é referência no fornecimento de caprinos e ovinos na Bahia e já recebeu cerca de R$2,5 milhões de investimentos por meio dos editais de caprino-ovinocultura e Alianças Produtivas.  A cooperativa ampliou a capacidade de abate da unidade produtiva, inseriu novas linhas de produção, como os defumados e embutidos, implantou o frigorífico e investiu na relação entre cooperativa e setor privado, alcançando novos mercados.

Para o representante da Frigbahia, Odiley Oliveira Lima, foi graças à parceria com o Governo do Estado, a Cooap e a FrigBahia, foi possível iniciar o delivery: “Com os investimentos realizados, além de termos hoje um frigorífico moderno, com condições de abater, além de caprinos, suínos e bovinos, temos uma câmara de estocagem em Salvador. Foi graças a essa estrutura que permitiu que, nesse momento de pandemia, partíssemos para o delivery.

Os produtos ficam armazenados nessa câmara, os clientes fazem o pedido pela nossa loja e organizamos a logística. Sem a parceria do Governo do Estado, não teríamos condições de estar no mercado atendendo nossos clientes”.

Os animais são abatidos pela Frigbahia, Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos, e de lá as carnes são comercializadas com a marca Fino Sertão.

Os animais são abatidos pela Frigbahia, Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos, e de lá as carnes são comercializadas com a marca Fino Sertão.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]