Salvador: #ConexãoFGM exibe conteúdos em parceria com a Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mohamed Bamba

Cena do Filme Amor de Ori.
Cena do Filme Amor de Ori.

A Prefeitura de Salvador, por meio da Fundação Gregório de Mattos, com o objetivo de diversificar a programação e visibilizar conteúdos audiovisuais realizados por produtores independentes, segue com o projeto #ConexãoFGM e traz mais uma novidade: exibe, a partir desta segunda-feira (15/06/2020), filmes com curadoria da Mostra Itinerante de Cinemas Negros – Mohamed Bamba (MIMB). A parceria, que se estende até o dia 28 de junho, exibirá produtos documentais e de ficção que integraram as duas edições presenciais da mostra, realizadas em Salvador em 2018 e 2019.

A MIMB tem como objetivo ampliar as janelas de reprodução de conteúdos produzidos por realizadores negros(as), promovendo o dialogando com escolas públicas e centros comunitários de bairros populares e periféricos da capital baiana. A iniciativa promove a visibilidade de temáticas ligadas à população negra, a fim de expor dissidências crescentes nas produções cinematográficas nacionais e internacionais. Foram selecionadas para integrar o #ConexãoFGM curtas-metragens, videoclipe e documentário produzidos por realizadores da Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Distrito Federal. A Mostra tem coordenação geral de Daiane Rosário; coordenação de curadoria nacional de Tais Amordivino e Julia Morais; coordenação de curadoria internacional de Kinda Rodrigues; coordenação de produção de Loiá Fernandes; e coordenação executiva de Naymare Azevedo.

O #ConexãoFGM é uma programação virtual montada, desde março, para garantir o direito ao acesso à arte e à cultura em tempos de distanciamento social decorrente do Covid-19, exibindo no canal do YouTube da FGM produções financiadas pela Fundação ou realizadas por parceiros. É possível assistir os conteúdos a partir do computador, smart TV, tablet, celular ou qualquer outro dispositivo eletrônico com acesso à internet, através do link https://bit.ly/2vQgnJz. De segunda a sexta-feira, os filmes ficam disponíveis na plataforma de 8h às 21h e, no final de semana, a partir das 7h do sábado, saindo do ar às 00h do domingo.

Programação do #ConexãoFGM em parceria com a MIMB

15 de junho (segunda-feira)

Caixa D` água: Qui-lombo é esse? (PE)

Direção: Everlane Moraes

Sinopse: Através dos depoimentos de antigos moradores e acervos fotográficos projetados em corpos negros e nas paredes da comunidade, o documentário “Caixa D’água: qui-lombo é esse?” ressalta a importância histórica e cultural de um bairro remanescente de quilombos.

16 de junho (terça-feira)

A Invisibilidade da Identidade Negra na Educação (BA)

Direção: Tais Amordivino

Sinopse: Jovens negros discutem o epistemicídio e a importância da representatividade dentro do âmbito escolar. O documentário nos faz questionar: que tipo de educação é dada aos jovens negros de escola pública?

17 de junho (quarta-feira)

Avesso (BA)

Direção: Julia Morais

Sinopse: As memórias de Teresa nos permitem adentrar no universo underground de Salvador. As suas experiências retratam uma face da juventude da cidade mais negra fora de África e a forma como se apropriam da estética ousada do afropunk. Cercada de pessoas engajadas a romperem os padrões normativos da sociedade, a vida de Teresa permeia temas como gênero, sexualidade, diversidade, raça e empoderamento.

Enquadrocanto (BA)

Supervisão: Mari Travassos

Sinopse: Videoclipe com a música “Haiti”, de Caetano Veloso e Gilberto Gil, traçando um paralelo com a realidade do Pelourinho recém-reformado em 1994 a partir da visão de um de seus moradores, que vê tudo através de sua janela. Ganhador do 1o Festival “a imagem em 5 minutos”, realizado pela DIMAS/FUNCEB

20 e 21 de junho (sábado e domingo)

Reprise de toda a programação exibida entre os dias 15 e 17 de junho

22 de junho (segunda-feira)

Terreiro de Memórias (RN)

Direção: Naymare Azevedo

Sinopse: Numa viagem de autoconhecimento de um passado familiar, avó e neta partem em busca de experimentar processos de cura de feridas que ainda não foram cicatrizadas, mergulhando em suas memórias íntimas.

23 de junho (terça-feira)

Amor de Ori (DF)

Direção: Bruna Barros

Sinopse: Oxum todos os dias vai ao rio encher sua talha com água. Um dia, uma mulher de roupas vermelhas cruza seu caminho e muda sua vida para sempre.

24 de junho (quarta-feira)

Dona Dalva: Uma Doutora do Samba (BA)

Direção: Lindiwe Aguiar

Sinopse: documentário sobre Dona Dalva, fundadora do Samba Suerdieck, pioneiro em Cachoeira, Bahia. Integrante da Irmandade da Boa Morte, Dalva Damiana de Freitas conta com carisma e bom humor como a sua trajetória se confunde com o samba.

27 e 28 de junho (sábado e domingo)

Reprise de toda a programação exibida entre os dias 22 e 24 de junho.

Cena do Filme Amor de Ori.
Cena do Filme Amor de Ori.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115009 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.