Presidente da ALBA destaca ex-deputado Nivaldo Fernandes, morto em Itaberaba, aos 89 anos, como “um homem do trabalho”

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Nivaldo Fernandes morre aos 89 anos.
Nivaldo Fernandes morre aos 89 anos.

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, decretou, nesta sexta-feira (26/06/2020), luto pelo falecimento do ex-deputado estadual Nivaldo Fernandes Oliveira, aos 89 anos, e que exerceu o seu mandato parlamentar na legislatura 1983-1987. Foi eleito vereador, em Itaberaba, em dois mandatos: 1958-1962 e 1962-1966. Ele foi sepultado ontem, em Itaberaba, depois de vir a óbito no hospital local, decorrente de uma infecção generalizada, com falência múltipla dos órgãos.

“Meu abraço solidário a toda a família do deputado Nivaldo Fernandes, que era um homem do trabalho, agropecuarista, com uma militância intensa na Federação da Agricultura, com relevantes serviços prestados ao setor agropecuário da Bahia e um defensor intransigente dos interesses de Itaberaba e Chapada Diamantina na tribuna da Assembleia e em todos os lugares onde sua voz era ouvida”, destacou Leal na Moção de Pesar que apresentou à Mesa Diretora da ALBA.

Nivaldo Fernandes Oliveira, advogado, professor e pecuarista, era casado e deixa três filhos. Formou-se em Direito pela Universidade Federal da Bahia. Em Itaberaba, em 1957, foi delegado regional da Polícia Civil. Presidente da Cooperativa Cultural e provedor da Santa Casa de Misericórdia, foi eleito vereador e, posteriormente, presidente da Mesa Diretora da Câmara de Itaberaba. Na Assembleia Legislativa, atuou à frente das comissões de Educação, Polo Petroquímico, Seca, Agricultura e Incentivo Rural e Esportes.

Nivaldo Fernandes morre aos 89 anos.
Nivaldo Fernandes morre aos 89 anos.
Sobre Carlos Augusto 9652 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).