Dia Mundial dos Oceanos realça inovação e sustentabilidade; Segundo dados da ONU, 80% da poluição dos oceanos saem da superfície terrestre

Secretário-geral da ONU, António Guterres, destaca papel dos chamados “pulmões do planeta” para estabilizar clima global. Conferência da ONU sobre os Oceanos, que ocorreria em Lisboa este ano, foi adiada devido à pandemia; Portugal reafirma compromisso do país com tema.
Secretário-geral da ONU, António Guterres, destaca papel dos chamados “pulmões do planeta” para estabilizar clima global. Conferência da ONU sobre os Oceanos, que ocorreria em Lisboa este ano, foi adiada devido à pandemia; Portugal reafirma compromisso do país com tema.

As Nações Unidas marcam neste 8 de junho o Dia Mundial dos Oceanos com foco na Inovação para um Oceano Sustentável.

Em mensagem, o secretário-geral disse que perante a atuação pelo fim da pandemia e melhor recuperação, existe uma oportunidade única e responsabilidade de corrigir a relação humana com o meio ambiente incluindo mares e oceanos.

Carbono

No vídeo, António Guterres lembra a contribuição dos mares para alimentação, meios de subsistência, transporte e comércio. Ele realça ainda que sendo os oceanos os “pulmões” do planeta, e o seu maior meio de absorção de carbono, estes desempenham um papel vital na regulação do clima global.

O chefe das Nações Unidas apela a governos e a todos interessados que se comprometam com a conservação e a sustentabilidade dos oceanos através da inovação e da ciência.

Este mês, ocorreria em Portugal, a Conferência da ONU sobre Oceanos, adiada devido à atual pandemia. O embaixador do país, Francisco Duarte Lopes, reafirmou nessa entrevista à ONU News, o compromisso de Portugal com o tema.

Compromisso

“Portugal e o Quênia comprometeram-se a organizar, em Lisboa, a segunda Conferência das Nações Unidas sobre os Oceanos. Não foi possível realizar neste verão de 2020, mas o nosso compromisso mantém-se. Vamos realizá-la em Lisboa, logo que seja possível, porque a conferência foi adiada, mas os problemas que afetam os oceanos continuam. Seja a significação que destrói os corais, seja o aumento da temperatura das águas dos oceanos, a pesca ilegal, a sobre exploração, dos recursos pesqueiros ou a poluição por plásticos, por poluentes ou a que advém do próprio transporte marítimo. Nosso esforço para melhorar a saúde dos oceanos mantém-se, e mantém-se toda a urgência.”

O evento promoverá uma reflexão sob o tema “Reforçar a ação dos oceanos com base na ciência e na inovação para a implementação do ODS14: Avaliação, parcerias e soluções.”

Peixes

Uma das metas da conferência é fazer com que a questão dos oceanos seja entendida pela sua importância em “conservar as reservas de peixes e descobrir novos produtos e medicamentos”.

A organização declarou o período entre 2021 e 2030 como a Década da ONU da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável. A meta é mobilizar cientistas, políticos, empresas e sociedade civil para a pesquisa e inovação.

Lisboa deverá anunciar nova data da Conferência dos Oceanos da ONU.

*Com informações da ONU News.

Confira vídeo

 

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110054 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]