Depois de epidemia, Brasil vai estudar saída da OMS, diz presidente Jair Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro anuncia pretensão de romper com OMS.
Presidente Jair Bolsonaro anuncia pretensão de romper com OMS.

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (09/06/2020) que a Organização Mundial de Saúde (OMS) não transmite confiança, perdeu a credibilidade e que, ao final da epidemia de coronavírus, o Brasil vai analisar se sai ou não da entidade.

“A OMS é uma instituição que está titubeando, que parece um partido político”, disse Bolsonaro a jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, depois da reunião ministerial desta manhã.

“O Brasil vai pensar nisso tão logo acabe esse problema da pandemia, a gente vai pensar seriamente se sai ou não, porque não transmite mais confiança.”

Bolsonaro citou o presidente norte-americano, Donald Trump, a quem costuma seguir e que anunciou na semana passada que dos Estados Unidos deixariam de contribuir para a organização.

“Essa entidade não agiu com a responsabilidade que deveria ter”, afirmou.

Apesar das críticas à OMS, o presidente usou uma fala da chefe da unidade de doenças emergentes da OMS, Maria Van Kerkhove, que na segunda-feira disse que há evidências de que portadores assintomáticos do novo coronavírus podem não transmitir a doença, para pedir de novo o fim do isolamento social.

“Essa informação da OMS vai com certeza mudar orientação de governadores”, disse.

Nesta terça, a OMS negou que haja estudos conclusivos e que tenha dado qualquer sinal de que defenda a abertura mais rápida da economia.

*Com informações de Lisandra Paraguassu, da Agência Reuters.

Presidente Jair Bolsonaro anuncia pretensão de romper com OMS.
Presidente Jair Bolsonaro anuncia pretensão de romper com OMS.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111127 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]