Produção agroecológica promove geração de renda e mudança nos hábitos alimentares de comunidade rural da Bahia

Implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável.
Implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável.
Implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável.
Implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável.

A implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável (PAIS) está transformando a realidade de dezenas de famílias dos Territórios de Identidade Bacia do Rio Corrente, Litoral Sul, Portal do Sertão, Vale do Jiquiriçá e Velho Chico. A experiência já mostra resultados em diversos municípios.

Em Paratinga, no Velho Chico, na comunidade rural de Carrapicho, 30 famílias da Associação dos Agricultores e Agricultoras Familiares do Vale do Santo Onofre, conseguiram uma renda extra de cerca de R$ 10 mil, só com a produção do PAIS, no período de maio a novembro de 2019, além de garantir alimentação saudável para as famílias, a partir do que é produzido em seus próprios quintais.

O projeto, que está garantindo a segurança alimentar e nutricional na comunidade, neste período de pandemia do coronavírus, também integra um conjunto de ações desenvolvidas pelo Governo do Estado, por meio do edital Socioambiental do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Érica Costa, da comunidade rural de Carrapicho, destaca como a assistência técnica e extensão rural (Ater), melhorou seus conhecimentos sobre a possibilidade de ter uma alimentação mais saudável, a partir do próprio quintal, onde está implantado um dos sistemas de Produção Agroecológica Integrada Sustentável.

“Após a chegada do projeto Bahia Produtiva, houve mudanças, desde novos aprendizados sobre produção, até à comercialização, como também nos nossos hábitos alimentares. Hoje, consumimos alimentos saudáveis e naturais de nossa própria produção e isso gera economia e renda para nossa família”, disse Erica. Ela observa ainda que está trabalhando com as plantas alimentícias não convencionais (PANC): “As PANC vieram para fortalecer a nossa alimentação. O objetivo é fazer a multiplicação das mudas para a nossa comunidade”.

Alternativas sustentáveis de alimento saudável

Inicialmente, cinco das 30 famílias da comunidade estão recebendo capacitação sobre a importância da utilização das PANC, como alternativa acessível de alimentação saudável. A iniciativa é do Bahia Produtiva/CAR, por meio da Fundação de Desenvolvimento Integrado do São Francisco (Fundifran), instituição prestadora de assistência técnica e extensão rural (Ater), com apoio e acompanhamento da agente comunitária rural (ACR) Maria Xavier.

Associações e cooperativas apoiadas pelo projeto, como a da comunidade de Carrapicho, continuam recebendo o serviço de Ater qualificado e continuado, De forma excepcional, neste período de pandemia, os técnicos e agentes comunitários rurais e de apicultura (ACRs e ACAs), que prestam o serviço de Ater, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva, além de executarem atividades administrativas e de gestão dos subprojetos, seguem acompanhando as famílias das associações e cooperativas beneficiárias, por meio de tecnologias existentes nas comunidades, a exemplo da telefonia móvel ou via internet, por aplicativos de videoconferência e WhatsApp.

“O próximo passo nesse atendimento será produzir conteúdo técnico e utilizar ferramentas como o YouTube na divulgação e capacitação de agricultores e agentes comunitários. Inclusive, vale mencionar que a internet rural, que permite tal continuidade hoje, em muitos casos, foi viabilizada por meio do próprio projeto Bahia Produtiva”, destacou Thiago Lopes, da equipe de Coordenação de Ater do Bahia Produtiva.

Bahia Produtiva

A implantação do Sistema PAIS é uma das ações realizadas no âmbito do edital Socioambiental do Bahia Produtiva. O objetivo desse edital é apoiar ações voltadas para a melhoria do manejo dos recursos naturais nas áreas de produção agrícola e pecuária, recuperação de áreas degradadas, incentivo a outras formas de produção e beneficiamento em bases agroecológicas, além de apoiar as iniciativas de comércio justo e solidário e a garantia da segurança alimentar e nutricional dos beneficiários. O PAIS contempla a instalação de um galinheiro, com área de pastagem, aquisição de material de irrigação, matrizes de aves, mudas frutíferas e sementes de hortaliças, entre outros.

O Bahia Produtiva, resultado de um acordo de empréstimo entre o Governo da Bahia e o Banco Mundial, diferencia-se de outros projetos não só por aplicar recursos para investimentos produtivos, mas, também, por ofertar um serviço sistemático de Ater e apoio à gestão, além de promover a fabricação de produtos sustentáveis e acesso a mercados, entre outras iniciativas.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112875 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]