Presidente Jair Bolsonaro bate recorde de rejeição, mostra Datafolha

Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. Base de apoio de Bolsonaro, porém, se mantém estável.Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. Base de apoio de Bolsonaro, porém, se mantém estável.
Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. Base de apoio de Bolsonaro, porém, se mantém estável.

Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. Base de apoio de Bolsonaro, porém, se mantém estável.

O índice de rejeição ao presidente Jair Bolsonaro atingiu o nível mais alto desde o início de seu governo, revelou uma pesquisa do Datafolha divulgada nesta quinta-feira (28/05/2020) pelo jornal Folha de S.Paulo. Apesar deste aumento, a base de apoio de Bolsonaro permanece estável.

No primeiro levantamento feito pelo instituto após a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, 43% dos entrevistados avaliam o governo Bolsonaro como ruim ou péssimo, enquanto 33% o veem como bom ou ótimo e 22% como regular e 2% não souberam responder.

A rejeição a Bolsonaro subiu quatro pontos percentuais em relação ao levantamento anterior divulgado em abril, quando 38% dos entrevistados consideraram o governo ruim ou péssimo. Já o apoio ao presidente se manteve estável, em 33%, nas duas últimas pesquisas.

O resultado parece demonstrar um aumento da polarização da opinião pública. Em 2019, os dados mostravam uma divisão semelhante entre as três avaliações, mas agora, o grupo dos que consideravam o governo regular perdeu força, com parte desses brasileiros aparentemente mudando de opinião e passando a avaliar negativamente o presidente.

O comportamento de Bolsonaro no exercício do cargo também foi avaliado, com 37% afirmando que em nenhuma situação Bolsonaro se comporta como um presidente deveria se comportar. Para 23%, ele o faz em algumas ocasiões, mas na maioria das vezes, não.

Segundo a pesquisa, 25% acham que Bolsonaro se comporta adequadamente na maioria das vezes, mas somente em alguns casos, não. Outros 13% afirmam que em todas as ocasiões ele se comporta da maneira adequada.

O levantamento mostrou ainda que Bolsonaro é o presidente eleito com a maior rejeição em um ano e meio de mandato entre os últimos quatro eleitos que ocuparam o cargo. Em segundo lugar, ficou Fernando Henrique Cardoso, com 25%, seguido por Luiz Inácio Lula da Silva, com 17%, e Dilma Rousseff, com apenas 5%.

A ex-presidente foi a mais bem avaliada entre os quatro quando estava neste período do seu mandato, sendo aprovada por 64% dos brasileiros.

O Datafolha ouviu 2.069 pessoas entre os dias 25 e 26 de maio. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]