Prefeitura de Feira de Santana orienta instituições de longa permanência para pessoa idosa

Estratégias para reduzir os riscos da disseminação da Covid-19 em Instituições de Longa Permanência Para Pessoa Idosa estão sendo recomendadas e realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana.
Estratégias para reduzir os riscos da disseminação da Covid-19 em Instituições de Longa Permanência Para Pessoa Idosa estão sendo recomendadas e realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana.
Estratégias para reduzir os riscos da disseminação da Covid-19 em Instituições de Longa Permanência Para Pessoa Idosa estão sendo recomendadas e realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana.
Estratégias para reduzir os riscos da disseminação da Covid-19 em Instituições de Longa Permanência Para Pessoa Idosa estão sendo recomendadas e realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana.

Estratégias para reduzir os riscos da disseminação do novo coronavírus (Covid-19) em Instituições de Longa Permanência Para Pessoa Idosa (ILPI) estão sendo recomendadas e realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Saúde.

A implementação destas medidas foi elaborada pela referência técnica em saúde da pessoa idosa em parceria com Vigilância Epidemiológica, devido os riscos de desenvolvimento de quadros respiratórios graves e resultados fatais em idosos e portadores de doenças crônicas.

A nota informativa estabelece fluxos de recomendação desde a identificação de funcionários com sintomas respiratórios, até o diagnóstico. Bem como recomendações para restrição de visitas e medidas padrão de controle.

“Desde o primeiro caso confirmado da doença no município tivemos a iniciativa de elaborar um plano de recomendações para estas instituições, visto que em outros países houve disseminação do vírus entre profissionais que atuam nessas instituições, pondo em risco este público”, informa a enfermeira referência técnica em saúde da pessoa idosa, Isabela Machado.

Dentre as recomendações ainda constam: uso de máscara, reforçar a higiene das mãos, disponibilizar dispensadores de álcool gel em locais de grande circulação, divulgar e reforçar o uso da etiqueta respiratória, manter os ambientes ventilados naturalmente, reforçar os procedimentos de higiene e desinfecção de utensílios, atualizar a situação vacinal para influenza aos profissionais e idosos, restringir uso de utensílios compartilhados e evitar acesso de funcionários com sintomas respiratórios.

“Estabelecemos um fluxo para que essas instituições nos informem caso algum profissional apresente sintomas. Em algumas das instituições que possuem profissional da enfermagem, promovemos o treinamento para realização do teste rápido de diagnóstico do coronavírus. Os locais que não possuem este profissional, iremos pessoalmente realizar o exame”, pontuou Isabela Machado.

Ainda de acordo com ela, os testes rápidos estão sendo uma medida eficaz realizada frequentemente pela Secretaria de Saúde. Até o momento todos os testes realizados tiveram resultado negativo, sendo possível que estas instituições acionem a referência técnica  em casos de dúvida ou outras necessidades.

Somente em três destas instituições o Governo do prefeito Colbert Martins Filho disponibilizou 69 protetores faciais de acrílico para uso da equipe.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106596 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]