Latam Airlines faz pedido de recuperação judicial, não inclui Brasil

Latam Airlines ingressa com pedido de recuperação judicial.
Latam Airlines ingressa com pedido de recuperação judicial.
Latam Airlines ingressa com pedido de recuperação judicial.
Latam Airlines ingressa com pedido de recuperação judicial.

A Latam Airlines anunciou nesta terça-feira (26/05/2020) que entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, tornando-se o maior grupo de aviação a buscar uma reorganização de emergência como consequência dos impactos da pandemia de coronavírus.

A companhia e afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e Estados Unidos solicitaram “proteção voluntária pelo processo de reorganização financeira previsto no Capítulo 11 da lei dos EUA”, afirmou a empresa, fundada anos atrás pela união da brasileira TAM com a chilena LAN. As operações do grupo no Brasil, Argentina e Paraguai não estão incluídas no pedido.

“Implementamos uma série de medidas difíceis para mitigar o impacto dessa disrupção sem precedentes no setor, mas, no fim das contas, esse caminho é a melhor opção para estabelecemos as bases certas para o futuro do nosso grupo de companhias aéreas”, disse o presidente-executivo da Latam, Roberto Alvo, em comunicado à imprensa.

A companhia aérea afirmou que as famílias acionistas Cueto, da LAN, e Amaro, da TAM, junto com a Qatar Airways acertaram um acordo para um financiamento de até 900 milhões de dólares para o grupo latino-americano e que está aberta a outros acionistas interessados em participar em financiamento adicional, “na extensão permitida por lei”. A empresa informou que conta atualmente com cerca de 1,3 bilhão de dólares em recursos disponíveis.

O pedido de Chapter 11 da Latam ocorrem em meio a negociações que já duram mais de um mês entre a empresa e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em torno de um financiamento de até 2 bilhões de reais, o que poderia apoiar a subsidiária brasileira, a maior do grupo, durante os efeitos econômicos a epidemia.

“A Latam e suas afiliadas também estão em discussões com seus respectivos governos no Chile, Brasil, Colômbia e Peru para apoio na obtenção de financiamento adicional”, afirmou a empresa no comunicado.

A companhia afirmou que a equipe de gestão seguirá a mesma durante o processo de recuperação e que continuará operando sem nenhum impacto nas operações de passageiros ou de cargas, reservas, vouchers ou pontos de programa de milhagens.

A Latam tem 7,6 bilhões de dólares em dívidas,incluindo 460 milhões em empréstimos vinculados à subsidiária no Brasil. Na sexta-feira, a empresa teve nota de crédito reduzida pelas agências de classificação S&P e Fitch depois que informou que não pagou juros e principal de três tranches de uma dívida de 1 bilhão de dólares relacionada ao financiamento de compras de novas aeronaves.

*Com informações de Rama Venkat, Jamie Freed e Marcelo Rochabrun, da Agência Reuters.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108727 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]