Iniciativa da Bahia, manutenção de respiradores mecânicos devolveu mais de 1000 equipamentos em todo o país; Iniciativa contou com apoio do secretário Walter Pinheiro

Profissionais do SENAI CIMATEC detêm elevada capacitação técnica e atuam no reparo e ajuste de equipamentos médicos.Profissionais do SENAI CIMATEC detêm elevada capacitação técnica e atuam no reparo e ajuste de equipamentos médicos.
Profissionais do SENAI CIMATEC detêm elevada capacitação técnica e atuam no reparo e ajuste de equipamentos médicos.

Profissionais do SENAI CIMATEC detêm elevada capacitação técnica e atuam no reparo e ajuste de equipamentos médicos.

Uma iniciativa do Senai Cimatec, em parceria com o Governo do Estado, a manutenção de respiradores mecânicos foi replicada pelo Senai Nacional e já devolveu mais de 1000 respiradores consertados a instituições de saúde de todo país. A Bahia lidera a lista, com 133 equipamentos já consertados.

“Quando iniciamos o trabalho, verificamos o potencial dele ser realizado nacionalmente. A partir daí, o departamento nacional começou a mobilizar outras unidades do Senai, além de indústrias. Diversas indústrias, principalmente do setor automotivo, aderiram disponibilizando equipes e infraestrutura para a realização das manutenções. O Senai Cimatec capacitou todos 39 pontos de manutenção de respiradores mecânicos no pais, envolvendo mais de 700 pessoas. Além da capacitação nacional, estamos contribuindo para equipes formadas em outros países da América Latina e África”, destaca o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, Ricardo Alban.

Para o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, esta iniciativa evidencia a importância e capacidade técnica e inovadora do Senai Cimatec, que tem contribuído muito para fortalecer o combate ao coronavírus. “Este é um equipamento de extrema importância para o tratamento daquelas pessoas com os sintomas mais graves da Covid-19. Portanto, num momento em que há uma verdadeira corrida global para a aquisição destes respiradores mecânicos, esta iniciativa surgida na Bahia ganhou robustez e está contribuindo para salvar milhares de vidas, envolvendo uma rede formada por diversas empresas e instituições e fortalecendo as unidades de saúde de todo o país”, destaca Pinheiro.

“Essa iniciativa constituiu uma rede voluntária para realizar a manutenção de respiradores mecânicos, item crítico para salvar vidas contra o COVID-19. Isso tudo foi possível graças ao engajamento de mais de setecentas pessoas do SENAI e da indústria brasileira. Vamos celebrar os mil respiradores e focar energia rumo a dois mil respiradores que terão sua manutenção feita por essa rede voluntária da indústria brasileira. Vamos salvar vidas”, ressaltou o diretor geral do Senai Nacional, Rafael Lucchesi.

A rede voluntária formada para esta ação em todo o país é formada por SENAI, Petrobras, ArcelorMittal, BMW Group, Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Ford, General Motors, Honda, Hyundai Motor Brasil, Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e POLI USP, Jaguar Land Rover, Itaú, Mercedes-Benz do Brasil, Moto Honda, Renault, Scania, Toyota, Troller, Usiminas, Vale, Votorantim, Volkswagen do Brasil e Volvo do Brasil. A iniciativa ainda tem apoio do Ministério da Saúde, do Ministério da Defesa, do Ministério da Economia, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da ABEClin, dentre outras empresas e instituições.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]