FAPESB contempla novos projetos com foco em combater o Coronavírus

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Sede da FAPESB. Fundação vai disponibilizar R$ 220 mil para que pesquisadores possam desenvolver os projetos relacionados ao tema.
Sede da FAPESB. Fundação vai disponibilizar R$ 220 mil para que pesquisadores possam desenvolver os projetos relacionados ao tema.
Sede da FAPESB. Fundação vai disponibilizar R$ 220 mil para que pesquisadores possam desenvolver os projetos relacionados ao tema.
Sede da FAPESB. Fundação vai disponibilizar R$ 220 mil para que pesquisadores possam desenvolver os projetos relacionados ao tema.

A Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (FAPESB), que é vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), contemplou mais dois projetos nesta quinta-feira (07/05/2020), no Edital voltado para o Enfrentamento ao Coronavírus. Os novos trabalhos foram confirmados duas semanas após o primeiro resultado, que contemplou outros quatro projetos. No total, serão disponibilizados R$ 220,000.00 para os pesquisadores doutores selecionados pelo Edital. As duas pesquisas recém-aprovadas possuem foco em estudar as características moleculares do vírus, bem como os aspectos imunológicos dos pacientes já infectados pela doença, além de um estudo acerca da hidroxicloroquina.

A secretária da Secti, Adélia Pinheiro, afirma que em tempos como este a ciência é uma importante aliada da humanidade. “A luta que enfrentamos mostra, mais uma vez, o valor da ciência e da pesquisa, além da importância do financiamento para a área. O governador Rui Costa, com seu olhar atento, tem estimulado a busca de soluções para melhoria de vida da população. Foi assim com o edital que lançamos sobre as doenças que acometem a população negra e agora contra a Covid-19”, disse.

O diretor da Fapesb, Márcio Costa, reitera a relevância do edital baseado em outras ações da Fundação. “Estamos lidando com uma ameaça da qual não há muito conhecimento acerca de questões como contágio, manifestação da doença e cura. Quando a humanidade ainda não alcançou o domínio de um assunto necessário para o bem-estar social, é aí que entram a ciência e a tecnologia, ambas com a capacidade de surgir com soluções científicas que garantam a melhoria na qualidade de vida. A Fapesb já foi precursora no combate a outras doenças como a zyka, que foi descoberta por pesquisadores da Bahia. Tenho certeza que nossos cientistas estão imbuídos na missão de enfrentar também esta nova ameaça”, declarou.

No total, seis projetos foram aprovados para receber recursos previstos no edital de apoio à pesquisa científica no combate à Covid-19. Os pesquisadores contemplados são: Carlos Priminho Pirovani (Uesc), Washington Luis Conrado dos Santos (Fiocruz Bahia), Marcos Ennes Barreto (Ufba), Jonilson Berlink Lima (Ufob), Silvia Ines Sardi (Ufba) e Eliane De Oliveira Silva (Ufba). Mais detalhes podem ser consultados no site www.fapesb.ba.gov.br.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121648 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.