Em entrevista remota, prefeito Colbert Martins responde sobre Decreto de restrição de atividades e perspectiva de funcionamento do Hospital de Campanha de Feira de Santana

Prefeito Colbert Martins reponde questionamentos de jornalistas sobre ações da Prefeitura de Feira de Santana, no contexto da pandemia de Covid-19.

Prefeito Colbert Martins reponde questionamentos de jornalistas sobre ações da Prefeitura de Feira de Santana, no contexto da pandemia de Covid-19.

Dando sequência a série de entrevistas remotas, o prefeito Colbert Martins Filho (MDB) responde, às 8 horas desta terça-feira (19/05/2020), questionamentos dos jornalistas sobre as ações que objetivam a contenção da pandemia de Covid-19 em Feira de Santana, investimentos realizados pelo Governo Municipal, decreto de restrição de atividades pública e privada e perspectiva de funcionamento do Hospital de Campanha. Nesse contexto, a equipe do Jornal Grande Bahia (JGB) encaminhou perguntas ao governante de Feira de Santana.

Carlos Augusto, editor do Jornal Grande Bahia, questiona:

  1. Quais fatores determinaram a ampliação da restrição de atividades pública e privada em Feira de Santana, conforme disposto no Decreto Normativo de nº 11.571, publicado nesta segunda-feira (18/05/2020)?
  2. No Parágrafo Único do Artigo 3º, do Decreto Normativo de nº 11.571, é permitido que: as empresas do setor de serviço, os profissionais liberais, as clínicas (humanas e veterinárias) e as indústrias mantêm-se abertas. Pode explicar melhor o que se entende por setor de serviços?
  3. Quando será entregue o Hospital de Campanha e qual a justificativa da demora em colocar em operação a unidade de saúde?
  4. Relatos das Nações Unidas e da Organização Mundial da Saúde indicam que o problema de saúde pública decorrente da Covid-19 pode perdurar por cerca de dois anos. Neste contexto, porque não desapropriar o Hospital Mater Dei e transformá-lo em um patrimônio da saúde pública do município?
  5. Como avalia o comportamento da população de Feira de Santana, no contexto da pandemia de Covid-19?
  6. Quais fatores estão sendo determinantes para a ampliação do número de pessoas com Covid-19 em Feira de Santana?
  7. Além do decreto municipal, quais medidas estão sendo pensadas para que a rotina da população de Feira de Santana seja restabelecida e, seria possível prever uma data para que isto ocorra?

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).