Campanha objetiva proteção dos povos indígenas da Bahia contra a Covid-19

Campanha 'Povos indígenas da Bahia precisam de sua ajuda' é lançada.Campanha 'Povos indígenas da Bahia precisam de sua ajuda' é lançada.
Campanha 'Povos indígenas da Bahia precisam de sua ajuda' é lançada.

Campanha ‘Povos indígenas da Bahia precisam de sua ajuda’ é lançada.

Fornecer máscaras de tecido para comunidades indígenas da Bahia com o intuito de auxiliar no combate à Covid-19.  Este é o objetivo da campanha ‘Povos indígenas da Bahia precisam de sua ajuda’, que consiste na arrecadação de recursos financeiros e materiais para confecção das máscaras de proteção facial. As máscaras serão, em sua maioria, produzidas pelas próprias comunidades indígenas.

De acordo com relatório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), pelo menos 1/3 das pessoas que autodeclaradas indígenas no Brasil estão em áreas de maior risco de infecção. Segundo a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), até o último dia 25, em todo o país, haviam 67 povos atingidos, 1.256 indígenas infectados e 143 mortos pela COVID-19.

Na Bahia, dados do último boletim epidemiológico, divulgado na terça-feira (26) pelo Distrito Sanitário Especial Indígena da Bahia (DSEI/BA), órgão vinculado ao Ministério da Saúde, indicam que, entre os indígenas, já são 23 casos suspeitos, 9 confirmados e 1 óbito.

Diante da urgência em minimizar os impactos da pandemia nestas comunidades, surgiu a iniciativa da campanha “Povos indígenas da Bahia precisam de sua ajuda”, uma ação conjunta da Associação Nacional de Ação Indigenista (ANAÍ), da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB/UFBA), do Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (MuPOIBA), do Coletivo Delas Para Todxs, da Rede Kunhã Asé de Mulheres na Ciência, do Programa de Pesquisa sobre Povos Indígenas do Nordeste Brasileiro (PINEB) e Associação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME).

O apoio logístico e técnico para compra de materiais e corte dos tecidos será fornecido pelo Delas Para Todxs. As máscaras serão confeccionadas por mulheres Tupinambás, que foram capacitadas em corte e costura pelo ateliê Lull, e pelas mulheres Tuxá e Pataxó Hãhãhãe, capacitadas por outras iniciativas. O acompanhamento do feitio e a distribuição das máscaras nas diferentes comunidades será feita pela ANAI, pelo PINEB e pelo MuPOIBA.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]