Bolsa de Valores de Nova Iorque cai com nova ameaça tarifária alimentando incertezas de punição contra a China

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Bolsa de Valores de Nova Iorque sofreu queda acentuada.
Bolsa de Valores de Nova Iorque sofreu queda acentuada.
Bolsa de Valores de Nova Iorque sofreu queda acentuada.
Bolsa de Valores de Nova Iorque sofreu queda acentuada.

A Bolsa de Valores de Nova Iorque sofreu queda acentuada nesta sexta-feira (01/05/2020) após o presidente Donald Trump reviver uma ameaça de novas tarifas contra a China em resposta à pandemia do Covid-19 que freou as economias globais.

Os três principais índices de ações dos EUA fecharam com queda bem acima de 2% e, na semana, todos perderam terreno.    O mês de maio costuma ser marcado por vendas e este foi o caso no primeiro dia do mês, com o nervosismo aumentando à medida que alguns Estados dos EUA começam a diminuir desligamentos por coronavírus.

“Os mercados tiveram um mês de abril muito forte à medida que olharam para além do vale da fraqueza econômica para um ponto em que o estímulo reacenderá o crescimento econômico”, disse David Carter, chefe de investimentos da Lenox Wealth Advisors em Nova York. “Mas pode ser um vale mais longo e mais profundo do que muitos esperavam.”

De fato, as ações tiveram uma corrida notável em abril, com a S&P 500 e o Dow marcando as maiores altas mensais em 33 anos.

Trump disse que seu governo estava elaborando medidas retaliatórias contra a China como punição pelo surto de coronavírus, mais uma vez provocando temores tarifários que abalaram os mercados nos últimos dois anos.

Trump culpou a China por o que ele diz ser “desinformação” quando o vírus surgiu na cidade chinesa de Wuhan e depois se espalhou rapidamente pelo mundo.

“Trump cutucando a China foi a última coisa que os mercados precisavam considerando a presente incerteza econômica e financeira”, acrescentou Carter.

Uma série de balanços com resultados mistos, particularmente um relatório decepcionante da Amazon.com, juntamente a uma nova rodada de dados econômicos desanimadores, também pesavam no sentimento.

A atividade manufatureira dos EUA caiu para uma baixa de 11 anos no mês passado, com fábricas fechadas, de acordo comÍndice de gerentes de compras do Institute for Supply Management.

O Dow Jones caiu 2,55%, para 23.723,69 pontos, o S&P 500 perdeu 2,81%, a 2.830,71, e o Nasdaq Composite caiu 3,2%, 8.604,95.

*Com informações de Stephen Culp, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112958 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]