Banda da Bahia ‘Noite Vermelha’ lança primeiro disco autoral

Noite Vermelha, banda soteropolitana que lança primeiro álbum intitulado ‘Percepção’.

Noite Vermelha, banda soteropolitana que lança primeiro álbum intitulado ‘Percepção’.

Rock genuinamente baiano. É daí que vem a máxima da Noite Vermelha, banda soteropolitana que lança no próximo dia 29 de maio de 2020 o seu primeiro álbum intitulado ‘Percepção’. Há sete anos figurando na cena alternativa de Salvador, o grupo formado por Lula Magalhães (vocalista e guitarrista), Davi Rocha (baixista), Bruno Michel (guitarra e violão) e Levi Rocha (bateria) dá agora um passo importante da carreira lançando nas plataformas digitais um trabalho inteiramente autoral. São nove faixas que traduzem a diversidade de influências musicais de todo o mundo e a soma de referências da terra, da Bahia, que dão originalidade ao álbum.

Do hard rock à ‘música trilheira’, definição que o compositor Lula Magalhães dá para a canção ‘Pati’, ‘Percepção’ traz múltiplas vertentes do rock, passando por baladas, classic, country, folk americano e até rockabilly, além de uma singularidade importante entre as músicas: “todas as harmonias passam pelo blues, que sempre foi a minha maior referência”, destaca Lula, que assina as composições do disco e é o fundador da Noite Vermelha.

O lançamento do primeiro trabalho – que já estava marcado para acontecer com show no Teatro Sesi Rio Vermelho este mês e teve que ser adiado – foi reformulado e mantido nas plataformas digitais. “É um desafio e um risco lançar um primeiro trabalho autoral digitalmente, mas é também a nossa forma de contribuir com a cultura e dizer que, apesar do momento difícil, a arte e o rock resistem. Na Bahia tem rock e ele está mais vivo do que nunca!”, resume Lula.

Disponível gratuitamente nas principais plataformas de música a partir de 29 de maio, o álbum conta com participações de outros nomes importantes da cena musical baiana. O solitário punk Márcio Mello divide os vocais em ‘Ter o Sol Toda Manhã’. Em ‘Lua’, a guitarra é de Morotó Slim, das icônicas Dead Billies e Retrofoguetes. Já o bluesman Eric Assmar assume a guitarra slide em ‘Louco Amor’, uma das primeiras letras compostas do disco que levou 24 anos para ser gravada. Além delas, também estão no disco ‘Quanto Tempo Faz’, ‘Fúria’, a faixa-título ‘Percepção’, ‘Desejos’ e ‘Artifical’, destacada como música de trabalho.

Produção independente da Noite Vermelha, o álbum conta com captação e mixagem de Allex Andrade e o patrocínio de marcas baianas que acreditaram no trabalho entre elas o Sui Restaurante, Arenas Evo e Bela Dama Jóias e Semi Jóias.

Do Barão ao Capão

O que em 2013 começava como uma banda tributo ao Barão Vermelho encontrou no Vale do Capão, na Chapada Diamantina, o seu reduto. “O Capão foi a casa da Noite Vermelha. O espaço que não encontrávamos em Salvador no início, conquistamos lá. E até hoje muitos dos nossos melhores momentos aconteceram lá”, lembra o vocalista Lula Magalhães. Por lá, além de edições do Festival de Blues, fizeram Carnaval, São João, Festival de São Sebastião, um das festas mais importantes do Vale, e Réveillon. Os shows para grande público repercutiram em oportunidades na capital e no interior do estado que fizeram a banda despontar na cena alternativa.

Consolidando-se com apresentações em festivais, além das casas noturnas e pubs soteropolitanos, o grupo também caiu nas graças de artistas renomados do rock nacional, a exemplo dos integrantes da Camisa de Vênus, que convidaram a Noite Vermelha para abrir um dos seus shows.

Agenda

O que: Lançamento Banda Noite Vermelha

Quando: 29 de maio de 2020

Plataformas digitais: Deezer, Spotify, Apple Music e outras.

Instagram – @bandanoitevermelha

Youtube – https://www.youtube.com/bandanoitevermelha

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]