Vereador alerta para aumento dos casos de dengue em Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): o mosquito Aedes aegypti quer água limpa e parada. Os agentes orientam e capacitam, mas se você, morador, não fizer sua parte, não vai valer a pena o trabalho.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): o mosquito Aedes aegypti quer água limpa e parada. Os agentes orientam e capacitam, mas se você, morador, não fizer sua parte, não vai valer a pena o trabalho.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): o mosquito Aedes aegypti quer água limpa e parada. Os agentes orientam e capacitam, mas se você, morador, não fizer sua parte, não vai valer a pena o trabalho.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): o mosquito Aedes aegypti quer água limpa e parada. Os agentes orientam e capacitam, mas se você, morador, não fizer sua parte, não vai valer a pena o trabalho.

O aumento no número de casos de pessoas diagnosticadas com dengue e Chikungunya em Feira de Santana foi o tema do pronunciamento do vereador Isaías dos Santos (MDB), na sessão ordinária desta terça-feira (14/04/2020), na Câmara Municipal de Feira de Santana.

O parlamentar afirmou que apesar da gravidade da pandemia do novo Coronavírus que assola o mundo, não podemos preterir o combate ao mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya, doenças graves e que também podem levar a morte.

O vereador destacou a importância do agente de endemias no combate ao Aedes aegypti. “Como toda terça-feira é de costume, vou falar em nome desta categoria tão importante. Acredito que o prefeito Colbert Martins deve investir em material de proteção para os agentes de endemias e para os agentes comunitários de saúde. Para que eles possam continuar fazendo o trabalho de prevenção na cidade. No Feira X os casos de dengue e chikungunya aumentaram, várias pessoas infectadas”, disse. E pediu “o planejamento de ações nos bairros mais afetados, inclusive, com o uso do carro fumacê”.

Isaías dos Santos finalizou ressaltando a importância da participação da população nas medidas de combate ao mosquito. “O mosquito Aedes aegypti quer água limpa e parada. Os agentes orientam e capacitam, mas se você, morador, não fizer sua parte, não vai valer a pena o trabalho dos agentes de endemias e dos agentes comunitários.”, concluiu.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113558 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]