Verdade é que governo do Brasil quebrou em todos níveis: federal, estadual e municipal, diz ministro Paulo Guedes

Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro. Política neoliberal conjugada com crise da pandemia de Covid-19 quebrou contas públicas do país.
Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro. Política neoliberal conjugada com crise da pandemia de Covid-19 quebrou contas públicas do país.
Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro. Política neoliberal conjugada com crise da pandemia de Covid-19 quebrou contas públicas do país.
Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro. Política neoliberal conjugada com crise da pandemia de Covid-19 quebrou contas públicas do país.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que o governo federal quebrou nos últimos anos, impossibilitando a continuidade de investimentos públicos. Por isso, mais uma vez ele destacou a importância dos investimentos privados para a retomada da economia após a crise.

“Como carimbamos todo o dinheiro (do orçamento), o investimento público foi amassado, e caiu para 1% do PIB. Mesmo se eu dobrar o investimento público não vou conseguir fazer o País crescer. A verdade dura é que o governo brasileiro quebrou em todos os níveis, federal, estadual e municipal”, afirmou, em audiência pública da Comissão Mista do Congresso que acompanha as medidas relacionadas ao novo coronavírus.

É possível sim BC emitir moeda, um bom economista não tem dogma, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (30/04/2020) que o Banco Central pode sim emitir moeda em meio à crise com o coronavírus e que um bom economista não tem dogma.

“Realmente você cair numa situação em que a inflação vai praticamente para zero, juros colapsam e existe o que a gente chama de armadilha da liquidez tecnicamente, o Banco Central pode sim emitir muito uma moeda e pode sim inclusive comprar dívida interna”, afirmou ele, em audiência em comissão parlamentar transmitida ao vivo.

Segundo Guedes, com isso haveria monetização da dívida sem que houvesse impacto inflacionário.

“Nós estamos atentos a todas as possibilidades”, disse o ministro, frisando em seguida que o mundo espera que as reformas estruturais prossigam no país.

*Com informações do Estadão e Agência Reuters.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112836 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]