Setor de serviços da Bahia cresce 0,4% entre janeiro e fevereiro de 2020, mas recua 3,7% frente a fevereiro de 2019

Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia.
Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia.
Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia.
Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia.

O volume do setor de serviços na Bahia teve variação positiva (0,4%) em fevereiro de 2020, frente a janeiro de 2020, na série com ajuste sazonal. Foi o segundo resultado positivo nesse confronto, embora tenha havido redução no ritmo de avanço: de dezembro/2019 para janeiro/2020, os serviços haviam crescido 1,6% no estado.

Nessa comparação, o desempenho dos serviços baianos em fevereiro (0,4%) foi superior à média nacional (-1,0%) e acompanhou o movimento de avanço verificado em 11 dos 27 estados.

Frente a janeiro, o setor de serviço teve seus melhores resultados em Roraima (5,5%), Mato Grosso (3,2%) e Rio Grande do Norte (3,0%). Por outro lado, Amazonas (-4,1%), Pernambuco (-2,8%) e Paraíba (-1,9%) tiveram os recuos mais expressivos.

Apesar do avanço frente a janeiro, fevereiro de 2020 foi pior para o setor de serviços na Bahia do que fevereiro de 2019. O estado voltou a registrar queda de volume nessa comparação (-3,7%), a nona seguida no confronto com o mesmo mês do ano anterior.

O resultado de fevereiro na Bahia (-3,7%) ficou abaixo do verificado no Brasil como um todo (0,7%) e foi a terceira queda mais profunda dentre os 27 estados, acima apenas de Piauí (-6,2%) e Sergipe (-5,1%). No outro extremo, os maiores crescimentos no volume de serviços prestados ocorreram no Distrito Federal (4,8%), Rio Grande do Norte (4,6%) e Pará (4,5%).

Com as quedas verificada em janeiro e fevereiro, na comparação com os mesmos meses de 2019, o setor serviços baiano acumula recuo de 3,9% no ano de 2020. É o segundo pior desempenho nesse indicador acumulado, entre os 27 estados, acima apenas do Piauí (-5,1%). No Brasil como um todo, os serviços crescem 1,2% no ano de 2020.

Nos 12 meses encerrados em fevereiro os serviços também seguem acumulando resultado negativo na Bahia (-2,8%), diferentemente do cenário nacional, onde se verifica uma variação positiva nesse indicador (0,7%).

4 das 5 atividades de serviços recuaram na Bahia frente a fevereiro/19, puxadas por informação e comunicação (-8,9%)

O recuo no volume do setor de serviços baiano em fevereiro frente ao mesmo mês de 2019 (-3,7%) foi resultado de quedas ocorridas em quatro dos cinco grupos de atividades investigados pelo IBGE.

Os dois maiores recuos vieram dos outros serviços (-22,8%) e dos serviços de informação e comunicação (-8,9%). Porém, este último segmento exerceu, mais uma vez, a principal contribuição para o resultado negativo do setor como um todo, no estado.

Os serviços de informação e comunicação fecharam 2019 como a principal influência negativa dos serviços baianos pelo segundo ano consecutivo e apresentam retrações seguidas há cerca de dois anos e meio, desde junho de 2017. Têm o segundo maior peso na estrutura do setor de serviços no estado, abaixo apenas dos transportes.

Já os outros serviços apresentaram sua segunda queda consecutiva.

O resultado do setor de serviços na Bahia em fevereiro só não foi pior porque o segmento de serviços prestados às famílias teve seu primeiro desempenho positivo (9,8%) depois de cinco meses seguidos de recuos.

Serviços ligados ao turismo na Bahia crescem tanto frente a janeiro (2,0%) quanto frente a fevereiro e 2019 (10,9%)

Em fevereiro, as atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia apresentaram crescimentos tanto em relação a janeiro (2,0%), na série com ajuste sazonal, quanto na comparação com fevereiro de 2019 (10,9%).

Ambos os resultados foram melhores que os verificados no Brasil como um todo (-0,3% e 6,7%, respectivamente).

Na comparação com o mês anterior (2,0%), o crescimento das atividades de serviço ligadas ao turismo na Bahia veio após uma variação negativa em janeiro (-0,3%) e foi o 4o melhor desempenho entre os 12 estados onde esse grupo é investigado separadamente.

Já na comparação com o mesmo mês do ano anterior (10,9%), fevereiro de 2020 foi o melhor para o turismo baiano desde 2014, quando as atividades turísticas haviam crescido 16,0%.

O desempenho do turismo na Bahia, nessa comparação, foi também o 4o melhor dentre os 12 locais pesquisados e acima dos demais estados nordestinos: Pernambuco (9,7%) e Ceará (2,0%).

Assim, no acumulado em janeiro e fevereiro de 2020, os dois meses mais importantes do verão, as atividades de serviço ligadas ao turismo na Bahia mostraram avanço de 4,7% frente ao mesmo período de 2019. Trata-se do melhor resultado também desde 2014, quando o acumulado nos dois primeiros meses do ano chegou a 13,7%.

Mesmo assim, nessa comparação, o resultado da Bahia (4,7%) ainda está um pouco abaixo do verificado no Brasil como um todo (4,9%) e aquém do desempenho de Pernambuco (5,7%).

Nos 12 meses encerrados em fevereiro deste ano, os serviços relacionados ao turismo no estado se mantiveram em alta (3,2%), já superando o índice nacional (2,8%).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109903 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]