Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana se posiciona sobre isolamento social no município

José Carneiro: quero fazer uma reflexão sobre uma questão chamada isolamento social. Colegas vereadores, quando o prefeito decretou o isolamento na primeira semana, presenciamos verdadeiramente o povo isolado.
José Carneiro: quero fazer uma reflexão sobre uma questão chamada isolamento social. Colegas vereadores, quando o prefeito decretou o isolamento na primeira semana, presenciamos verdadeiramente o povo isolado.
José Carneiro: quero fazer uma reflexão sobre uma questão chamada isolamento social. Colegas vereadores, quando o prefeito decretou o isolamento na primeira semana, presenciamos verdadeiramente o povo isolado.
José Carneiro: quero fazer uma reflexão sobre uma questão chamada isolamento social. Colegas vereadores, quando o prefeito decretou o isolamento na primeira semana, presenciamos verdadeiramente o povo isolado.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (15/04/2020), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o presidente da Câmara, vereador José Carneiro Rocha (MDB) tratou sobre as grandes filas que estão se formando nas agências da Caixa Econômica Federal e lotéricas da cidade. Para o presidente, os feirenses não estão respeitando o isolamento social proposto pelo Município.

“Quero fazer uma reflexão sobre uma questão chamada isolamento social. Colegas vereadores, quando o prefeito decretou o isolamento na primeira semana, presenciamos verdadeiramente o povo isolado. Da segunda semana até hoje acabou o isolamento. Não estou discutindo ou discordando que o isolamento é o melhor caminho para controlar o vírus, mas afirmando que não existe isolamento social em Feira. Ontem, desafiei a imprensa para ir comigo ver as grandes filas na CEF, que tem em média 500, 600 pessoas. Nas lotéricas, está a mesma coisa. Quero agora pedir a cada um que visite neste momento as ruas do centro da cidade e, se acharem uma vaga para estacionar o carro, pago uma multa. Se não encontrarem uma loja com meia porta aberta, pago uma multa”, pontuou o presidente.

E continuou. “Não entendo por que manter essa situação, se o isolamento social de Feira é uma farsa. Todas as lojas da rua Capitão França estão com meia porta aberta. Falo isso para dizer que não adianta o ministro da Saúde (que não fala a língua do Governo, que está se autopromovendo em cima do Governo), insistir no isolamento social”, avaliou.

Em aparte, o líder do Governo na Casa, vereador Marcos Lima (DEM) lembrou que Feira de Santana foi a primeira cidade do Nordeste a adotar cuidados contra o coronavírus. “Se o prefeito não tivesse feito o que fez, estaríamos piores. Podemos dizer que hoje o vírus está controlado, mas se não tivesse adotado a medida desde o início teríamos muitos óbitos. É preciso continuar com o isolamento até o momento exato da reabertura do comércio”, afirmou.

De volta com a palavra, o presidente frisou que não está criticando as medidas adotadas pelo prefeito. “Mas, perdeu as rédeas. Não existe mais isolamento em Feira, está insistindo em uma tese que não está funcionando, não estão cumprindo o decreto. O povo não está consciente de que estando em filas de banco, sem proteção e distanciamento estão correndo risco. Está faltando esta conscientização. O prefeito continua acertando”, avaliou.

Para finalizar, o presidente chamou a atenção para a divulgação do número de pessoas curadas do Covid-19. “Chamo a atenção desses detalhes porque pessoas desprotegidas em grandes filas só aumenta o risco de infecção. Quero chamar atenção também para o que vimos na imprensa: só ouvimos falar o número de óbitos e infectados, mas não ouvimos falar do número de pessoas que estão sendo curadas. Porque as autoridades não divulgam isso? Será que é para deixar a população em pânico? Será que esse é o objetivo? Hoje estava ouvindo o Acorda Cidade e ouvi uma estatística de que 55% dos infectados já foram curados e pouca gente fala disso. São essas coisas que me deixam triste e eu lamento. Não posso aceitar que estão usando as informações de forma tendenciosa para gerar pânico”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111092 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]