OMS abre porta para uso mais amplo de máscaras para conter disseminação de coronavírus

Profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) usa EPI para risco biológico.
Profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) usa EPI para risco biológico.
Profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) usa EPI para risco biológico.
Profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) usa EPI para risco biológico.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta sexta-feira (03/04/2020) ainda acreditar que o uso de máscaras contra o coronavírus deve ser focado principalmente em trabalhadores médicos, mas abriu a possibilidade para um maior uso de máscaras caseiras ou outras formas de proteção à região da boca como maneira de reduzir a propagação do coronavírus.

Uma autoridade sênior da OMS disse a repórteres que havia alguma possibilidade de transmissão aérea do vírus —que já infectou mais de 1 milhão de pessoas em todo o mundo—, mas que se acreditava que o principal fator eram pessoas sintomáticas que tossiam, espirravam e contaminavam superfícies ou outras pessoas.

“Devemos preservar máscaras cirúrgicas para nossos funcionários da linha de frente, mas a ideia de usar coberturas respiratórias ou bucais para evitar tosses ou espirros… isso por si só não é uma má ideia”, disse Mike Ryan, principal especialista em emergências da OMS.

Ele afirmou, porém, que isso não exclui a necessidade de lavar as mãos e de distanciamento social.

*Com informações de Stephanie Nebehay e Shalal em Washington, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111132 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]