Museu Casa do Sertão lança site e promove exposição virtual de artesã de Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Cartaz anuncia exposição virtual O sertão pelo olhar de Marilene Brito.
Cartaz anuncia exposição virtual O sertão pelo olhar de Marilene Brito.
Cartaz anuncia exposição virtual O sertão pelo olhar de Marilene Brito.
Cartaz anuncia exposição virtual O sertão pelo olhar de Marilene Brito.

O Museu Casa do Sertão, localizado no Campus da Universidade Estadual de Feira de Santana, encontra-se fechado em função da pandemia da Covid-19. Baseado no princípio museal da universalidade do acesso, o respeito e a valorização à diversidade cultural, o Museu lança uma página na internet como forma de se fazer conhecer os seus bens culturais, sua história e suas ações.

O site do museu, disponível no endereço eletrônico https://mcs.uefs.br, busca oferecer ao público a altiva tarefa de relacionar objetos e memórias num aprazível espaço virtual. Com isso, são corporificados importantes contributos reflexivos, especialmente quando ancorando o protagonismo no exercício do direito à memória, ao patrimônio, e à cidadania.

Com esta perspectiva, o Museu convida a todos para visualizar sua primeira exposição virtual: ‘O Sertão pelas mãos de Marilene Brito’, que apresenta a singularidade da cultura nordestina, os modos de vida das pessoas do campo, como o trabalho, festas e práticas religiosas, através das bonecas de pano e esculturas feitas com canudos de papel.

Natural do Distrito de Ipuaçu, município de Feira de Santana, Marilene desenvolveu técnicas de arte com base em trabalhos que o pai fazia com madeira, corda e cipó. Alfabetizada aos doze anos de idade e formada no magistério, se dedicou ao artesanato ainda criança, aproveitando sobras de materiais como goma de mandioca, grãos de milho e de feijão, papel, retalhos de tecidos, embalagens plásticas, entre outros. O reaproveitamento de materiais demonstra a consciência ambientalista da artesã, evidenciando assim, a sua luta pela preservação do patrimônio ambiental.

A artesã expôs seu trabalho em diversos museus e feiras de artesanato. Recebeu uma premiação especial no 23º Salão Regional de Artes Plásticas na Categoria Arte Popular, em 1993. Em março de 2007, recebeu o Troféu Zeferina em Salvador, o qual tem o objetivo de valorizar mulheres negras e indígenas que se destacam na luta pela melhoria de suas comunidades.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113912 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]