Meta de venda de ativos de R$ 150 bilhões não será atingida em 2020 por falta de ambiente, diz Salim Mattar secretário do Desinvestimento do Governo Bolsonaro

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Desinvestimento e Mercado do Governo Bolsonaro.
Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Desinvestimento e Mercado do Governo Bolsonaro.
Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Desinvestimento e Mercado do Governo Bolsonaro.
Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Desinvestimento e Mercado do Governo Bolsonaro.

A meta do governo Jair Bolsonaro de vender 150 bilhões de reais em ativos em 2020 não será atingida, afirmou o secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, apontando que não há clima e nem ambiente para desestatizações em função da crise do coronavírus.

Em coletiva virtual de imprensa nesta quarta-feira, o secretário admitiu a possibilidade de até o final do ano o governo não vender mais nada, após ter conseguido levantar 23,5 bilhões de reais nos primeiros meses do ano.

“Não podemos vender as empresas na bacia das almas”, afirmou Salim Mattar. “Neste ano não acreditamos que haverá oportunidade para venda de ativos”, completou.

*Com informações Marcela Ayres, da Agência Reuters.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123321 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.