Máscaras de proteção serão obrigatórias em Mata de São João

Uso de máscara passa a ser obrigatório para quem circular em espaços públicos e em comércios do município de Mata de São João.Uso de máscara passa a ser obrigatório para quem circular em espaços públicos e em comércios do município de Mata de São João.


As pessoas que circularem nas praças, parques, ruas e estabelecimentos comerciais de Mata de São João serão obrigadas, a partir do próximo sábado (02/05/2020), a usarem máscaras de proteção. A medida está impressa no Decreto 514, do dia 17 deste mês, e faz parte das ações de prevenção ao Coronavírus no município.

De acordo com o decreto, que tem como base a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII), da Organização Mundial de Saúde para o COVID-19), os responsáveis por estabelecimentos comerciais e por outros espaços públicos, que estão autorizados a funcionar, também são obrigados a proibir o ingresso e permanência de qualquer pessoa sem máscara de proteção em suas dependências.

O não cumprimento das determinações acarretará em sanções administrativas cabíveis, “sem prejuízo de sua responsabilização civil e penal”. O prefeito Marcelo Oliveira explica que essas medidas são para a proteção da vida das pessoas.

“São essas ações, esses sacrifícios, que têm ajudado Mata de São João a ter certo controle da situação. Por isso não podemos relaxar e contamos com a colaboração de todos os cidadãos, para vencermos essa guerra”, convoca o prefeito.

Entre as medidas de prevenção ao COVID-19 em Mata de São João estão a proibição de eventos; o fechamento de comércio com mais de 200 metros quadrados (que não ofereçam produtos e serviços essenciais à sobrevivência da população), a distribuição de cestas básicas para os cerca de 10 mil alunos da Rede Municipal de Educação e para famílias em vulnerabilidade social; e o fechamento de hotéis com mais de 50 funcionários.

Para prefeitura já investiu cerca de R$ 2 milhões para aumentar a capacidade de atendimento da rede municipal de saúde, caso aconteça uma epidemia no município. Todos os técnicos e gestores da pasta têm se empenhado ao máximo para orientar a população sobre as medidas de isolamento social, de higiene e de como agir em caso de suspeita da doença.

O Município tem investido também em equipamentos e em profissionais e aumentado a capacidade de atendimento hospitalar da cidade, para se preparar para uma possível epidemia do COVID-19. A Prefeitura fez uma compra de mais 15 unidades de suporte respiratório intensivo (ventiladores para respiração mecânica) e mais dois portáteis, e já adquiriu todos os equipamentos multiparaméticos necessário. Atualmente, a unidade conta com sete ventiladores para respiração mecânica.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]