Líder governista destaca medidas do Governo Municipal de Feira de Santana no combate a pandemia de Covid-19 e defende isolamento social

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Marcos Lima: é doloroso para qualquer governante fechar o comércio de sua cidade, entendendo que é do comércio que pais e mães de família se sustentam.
Marcos Lima: é doloroso para qualquer governante fechar o comércio de sua cidade, entendendo que é do comércio que pais e mães de família se sustentam.
Marcos Lima: é doloroso para qualquer governante fechar o comércio de sua cidade, entendendo que é do comércio que pais e mães de família se sustentam.
Marcos Lima: é doloroso para qualquer governante fechar o comércio de sua cidade, entendendo que é do comércio que pais e mães de família se sustentam.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (13/04/20), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o líder da bancada governista vereador Marcos Lima (DEM) – salientou as últimas providências tomadas pelo Governo Municipal no combate ao novo Coronavírus (COVID-19).

O parlamentar anunciou que prazo para fechamento do comércio, dos bares e restaurantes se estende até o dia 20 de abril, reforçando a importância desta medida, ainda que afete a todos os munícipes. “É doloroso para qualquer governante fechar o comércio de sua cidade, entendendo que é do comércio que pais e mães de família se sustentam. Mas, além do sustento, está a preocupação com a vida. Por esse motivo, o prefeito mantém o comércio fechado até que o quadro venha se estabilizar.”, lamentou o edil.

Marcos Lima também destacou que foi dado o início aos preparativos da implantação do serviço de emergência especializado no atendimento a pacientes com a COVID-19. De acordo com o vereador, o hospital irá oferecer até 50 leitos, que irão complementar as vagas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Policlínicas e do Hospital da Mulher.

O líder da bancada governista ainda informou que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social está distribuindo cestas básicas para atender a aproximadamente 10 mil famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social no município, complementando os auxílios oferecidos pelo Governo Federal.

Quanto ao caso da técnica de enfermagem do SAMU que passou mal durante atendimento a um paciente, Marcos Lima concedeu a palavra para a vereadora Aldney Bastos – Neinha (DEM) explicar a situação. No aparte, a vereadora esclareceu que, ao chegar na Unidade de Pronto Atendimento da Mangabeira, a profissional desceu do veículo e sentou-se no chão do jardim, apresentando crise de ansiedade e pico hipertensivo.

“Ela achou que o paciente estava com a COVID-19 e por conta disso, ficou nervosa e agoniada, e, ao invés de entrar para a unidade, ela saiu. Estava fragilizada, porque são todos seres humanos, são técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos que estão se fragilizando, isto acontece nesse momento. Todo mundo tem medo, eles estão emprestando as suas vidas para salvar as demais. Nós respeitamos o espaço dela, mas não entendemos as pessoas que filmam e colocam nas redes sociais, expondo uma profissional de saúde, e não sabem que são pessoas, são seres humanos”, relatou a edil.

Marcos Lima defende isolamento social e responde a questionamentos de oposicionista

Ao discursar na tribuna da Câmara Municipal, durante a sessão ordinária o vereador Marcos Lima (DEM) argumentou em favor das medidas adotadas por Colbert Martins que  incentivam o isolamento social e mantém o fechamento do comércio no município.

Marcos Lima afirmou que o município está com “um número de casos considerado baixo a nível do porte de Feira de Santana” graças às ações imediatas adotadas pela Prefeitura, e explicou: “se Colbert Martins não tivesse aplicado medidas para o fechamento do comércio e distanciamento social, se não houvesse a precaução do Governo Municipal, com certeza, Feira teria um número de infectados bem maior. Sabemos da preocupação que a população tem quanto a reabertura do comércio, mas, no momento certo, o governo vai liberar o seu retorno”.

Sobre a aglomeração de pessoas em agências bancárias e lotéricas, o vereador afirmou que era uma situação esperada, visto que, os trabalhadores autônomos estão buscando acesso a verba do auxílio emergencial disponibilizada pelo Governo Federal. O parlamentar reforçou que cabe às agências, a responsabilidade de organizar as pessoas e manter o afastamento.

Quanto a denúncia feita pelo vereador Roberto Tourinho (PSB) sobre a quantidade de viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) disponíveis para o atendido, o líder da bancada governista explicou que os veículos percorrem grandes quilometragens diariamente e precisam de manutenção com frequência. Marcos Lima ainda afirmou que uma ambulância do SAMU estará finalizando as devidas manutenções e, ainda na tarde de hoje, estará disponível para a prestação do serviço.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113732 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]