Vereadores chamam atenção para crescimento de casos de zika, dengue e chikungunya em Feira de Santana

Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): observe se tem alguma vasilha, tampinha, caixa de ovos qualquer lugar pode ser um criadouro para o mosquito. Todos precisam ficar atentos.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): observe se tem alguma vasilha, tampinha, caixa de ovos qualquer lugar pode ser um criadouro para o mosquito. Todos precisam ficar atentos.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): observe se tem alguma vasilha, tampinha, caixa de ovos qualquer lugar pode ser um criadouro para o mosquito. Todos precisam ficar atentos.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): observe se tem alguma vasilha, tampinha, caixa de ovos qualquer lugar pode ser um criadouro para o mosquito. Todos precisam ficar atentos.

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira (28/04/2020), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Isaías dos Santos (MDB) atentou para o aumento no número de casos de zika, dengue e chikungunya em Feira de Santana.

O parlamentar informou que, devido a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o Ministério da Saúde enviou um documento a Secretaria de Saúde do Município orientando que os agentes de endemias não tenham acesso ao interior das residências, como medida preventiva a disseminação da Covid- 19. “Somente nas casas que possuem acesso lateral os agentes estão entrando. Tudo para evitar o contato com os moradores”, explicou.

Para Isaías de Diogo, a redução no acesso dos agentes, o início do período chuvoso e a exclusiva preocupação da população com a pandemia têm diminuído as medidas de combate ao Aedes aegypti. Ele ressaltou que as ações individuais de combate ao mosquito são fundamentais neste momento.

“Reviste o seu quintal, vistorie. Observe se tem alguma vasilha, tampinha, caixa de ovos qualquer lugar pode ser um criadouro para o mosquito. Todos precisam ficar atentos”, apelou. Segundo o edil, em uma rua no Loteamento Parque Tamandari, 20 residências tiveram pessoas diagnosticadas com dengue ou chikungunya.

Ele acrescentou que moradores de alguns bairros têm solicitado a utilização do fumacê, contudo, a chuva e os fortes ventos interferem na eficácia do borrifamento do inseticida.

O vereador ainda fez uma denúncia envolvendo os carros fumacê do município, de acordo com ele, o Governo do Estado tem tirado veículos de Feira de Santana e enviado para outras cidades.

Luiz Ferreira observa que chikungunya e Covid-19 possuem sintomas semelhantes

O vereador Luiz Ferreira (Luiz da Feira, PROS), durante sessão ordinária alertou para o aumento nos casos de  e dengue em Feira de Santana.

“Mês passado, em Bonfim de Feira, teve dia de chegar 30 pessoas com suspeita destas doenças”, disse o edil. Ele argumentou que os sintomas são semelhantes ao da Covid- 19, o que muitas vezes deixa o profissional de saúde com dúvida em relação ao diagnóstico.

Luiz da Feira sugeriu que os Postos de Saúde realizem exames para definir rapidamente o diagnóstico. “Para que o paciente possa ficar tranquilo, pelo menos identificando a doença”, disse.

“No sábado, um paciente foi em três unidades de Saúde: na UPA, no Posto e as pessoas ficaram com medo de ser o Coronavírus. Ficou rodando sem receber o atendimento correto. Liguei para secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, que abraçou a causa e resolveu o problema”, contou.

O parlamentar parabenizou o colega Isaías de Diogo (MDB) que discursou sobre o crescimento nos casos de zika, dengue e chikungunya e pediu ajuda da população no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Luiz da Feira também enfatizou sua preocupação com a pandemia do novo Coronavírus. “A situação não é boa. Peço que todos tenham cuidado, que cuidem dos pais, das mães, que não deixem sair de casa.  Cuidem também das pessoas dos grupos de risco”, pediu.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112521 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]