Feira de Santana: Pessoas cadastradas em programa e centros de referência recebem doação de máscaras confeccionadas pela comunidade

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Mascaras artesanais de tecido estão sendo doadas pela comunidade de forma solidária para pessoas que se enquadram em grupos vulneráveis da doença.
Mascaras artesanais de tecido estão sendo doadas pela comunidade de forma solidária para pessoas que se enquadram em grupos vulneráveis da doença.

O uso da máscara, que é um equipamento de proteção individual para profissionais de saúde, está sendo recomendado para toda população pelos principais órgãos de saúde em prevenção a Covid-19. Em Feira de Santana, máscaras artesanais de tecido estão sendo confeccionadas e doadas pela comunidade de forma solidária para pessoas que se enquadram em grupos vulneráveis da doença, cadastradas em programa e centros referência da Prefeitura.

Um grupo de cinco amigas doou mais de 100 máscaras para os pacientes cadastrados no Centro de Referência Municipal em Infecções Sexualmente Transmissíveis/HIV/AIDS. As máscaras são feitas de tecido e devem ser lavadas com água e sabão, ou uso de cloro, para serem reutilizadas pelos pacientes. O objetivo da doação é para evitar a contaminação pela Covid-19 a essas pessoas que já possuem seu sistema imunológico debilitado.

“No momento da entrega orientamos sobre a importância do uso da máscara, higiene das mãos, distanciamento social e as medidas preventivas em relação a doença. Todos os nossos serviços estão mantidos, já que nosso paciente não pode ficar sem remédio, consultas e orientações, sendo assim a informação é nossa maior estratégia para o controle da doença”, destaca Vanessa Sampaio, coordenadora do Centro de Referência em IST.

Ainda de acordo com ela, essas ações são muito importantes para o cuidado com o paciente que já possui facilidade para adquirir infecções devido ao seu potencial imunológico muitas vezes já fragilizado pela patologia. “Todas as instruções quanto à higiene e maneira correta de usar as máscaras são passadas verbalmente, bem como em uma etiqueta anexada nelas”, pontuou.

O ato de solidariedade também chegou ao Programa de Apoio á Pessoa com Doença Falciforme. Um total de 190 máscaras para adultos e crianças foram distribuídas entre os pacientes cadastrados. A doação foi realizada por uma costureira e sua filha como um gesto de afeto.

A coordenadora do programa, Luciana Brito, acredita que a doação de máscaras é um ato importante neste momento de pandemia. “Essa doação representa um gesto de amor”, observou.

Segundo Luciana a proteção deve ser reforçada em toda família. “Tanto para os pacientes quanto para as pessoas que cercam aquele indivíduo, como pai, mãe, tio, avô, devem estar protegidos com a máscara. Não podemos proteger somente o nosso paciente, pois ele convive com pessoas e na medida do possível todos precisam do uso da máscara, até o momento com as doações que recebemos estamos oferecendo o equipamento a todos os membros da família”, pontua.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113791 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]