EUA não consideram cancelar dívida da China, afirma Larry Kudlow assessor do presidente Donald Trump

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Larry Kudlow, assessor econômico da Governo Trump.
Larry Kudlow, assessor econômico da Governo Trump.
Larry Kudlow, assessor econômico da Governo Trump.
Larry Kudlow, assessor econômico da Governo Trump.

O principal assessor econômico do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (30/04/2020) que é “inequivocadamente falso” que o governo esteja considerando cancelar alguma dívida da China como uma maneira de atacar Pequim por falta de sinceridade devido à pandemia de coronavírus, disse um repórter da CNBC no Twitter.

O Washington Post, citando duas pessoas com conhecimento de discussões internas, informou nesta quinta-feira que alguns funcionários do governo discutiram a ideia.

O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse ao repórter da CNBC Eamon Javers que a ideia é “absolutamente e inequivocadamente falsa”, publicou Javers no Twitter.

“A plena fé e confiança das obrigações de dívida dos Estados Unidos é sacrossanta”, disse Kudlow segundo Javers. “E também é o nosso compromisso manter a moeda dos EUA como moeda de reserva mundial.”

*Com informações de Tim Ahmann, da Agênvia Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113488 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]