Brasil tem superávit comercial acima do esperado em março de 2020 apesar de preocupações com coronavírus

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Comércio exterior do Brasil apresenta dado positivo.
Comércio exterior do Brasil apresenta dado positivo.
Comércio exterior do Brasil apresenta dado positivo.
Comércio exterior do Brasil apresenta dado positivo.

O Brasil teve superávit comercial de 4,713 bilhões de dólares em março, desempenho acima do esperado pelo mercado num mês de forte queda no preço de commodities e revisões no crescimento global por conta do surto de coronavírus.

O dado, divulgado nesta quarta-feira (01/07/2020) pelo Ministério da Economia, também veio acima do saldo positivo de 4,296 bilhões de dólares de março de 2019.

Em pesquisa Reuters com analistas, a expectativa era de um superávit de 4 bilhões de dólares. As exportações em março somaram 19,239 bilhões de dólares, queda de 4,7% sobre igual período do ano passado, pela média diária. Enquanto as vendas de produtos semimanufaturados subiram 6,1%, as de manufaturados e básicos caíram 14,9% e 0,6%, respectivamente.

Já as importações alcançaram 14,525 bilhões de dólares, retração de 4,5% na mesma base de comparação.

Nesse caso, houve diminuição das compras de combustíveis e lubrificantes (-32,5%) e de bens de consumo (-19,3%), mas aumento em bens intermediários (+3,5%) e bens de capital (+2,8%). No primeiro trimestre do ano, o superávit da balança comercial foi de 6,135 bilhões de dólares, queda de 33,1% ante igual etapa de 2019, pela média diária, com o recuo de 3,7% na ponta das exportações, enquanto as importações subiram 2,6%.

Em nota, o Ministério da Economia avaliou que o comportamento do trimestre foi influenciado por um comércio mundial menos dinâmico, agravado pelo surto do Covid-19, que tem sido combatido mundo afora com medidas severas para redução do contágio.

Apesar do quadro, as exportações brasileiras para a China, sua maior parceira comercial, subiram 4,3% nos três primeiros meses do ano, “principalmente por conta de maiores vendas de carne bovina e suína, minério de ferro, soja e algodão”.

*Por Marcela Ayres, da Agência Reuters.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123320 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.