Vereador pede a suspensão da transferência de ambulantes para o Centro Comercial Popular de Feira de Santana

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Luiz Augusto (Lulinha): eu venho aqui pedir para o prefeito suspender essa retirada de todos os camelôs e a transferência para o entreposto. Com a situação do Coronavírus, estão suspendendo todos os eventos, então eu peço que vejam essa situação, porque o nosso Shopping Popular tem muito estrangeiro.
Luiz Augusto (Lulinha): eu venho aqui pedir para o prefeito suspender essa retirada de todos os camelôs e a transferência para o entreposto. Com a situação do Coronavírus, estão suspendendo todos os eventos, então eu peço que vejam essa situação, porque o nosso Shopping Popular tem muito estrangeiro.
Luiz Augusto (Lulinha): eu venho aqui pedir para o prefeito suspender essa retirada de todos os camelôs e a transferência para o entreposto. Com a situação do Coronavírus, estão suspendendo todos os eventos, então eu peço que vejam essa situação, porque o nosso Shopping Popular tem muito estrangeiro.
Luiz Augusto (Lulinha): eu venho aqui pedir para o prefeito suspender essa retirada de todos os camelôs e a transferência para o entreposto. Com a situação do Coronavírus, estão suspendendo todos os eventos, então eu peço que vejam essa situação, porque o nosso Shopping Popular tem muito estrangeiro.

O vereador Luiz Ferreira Dias (Luiz da Feira, PCdoB) utilizou a tribuna da Câmara Muncipal de Feira de Santana, durante a sessão ordinária desta terça-feira (17/03/2020), para contestar a desocupação dos ambulantes no centro da cidade. O parlamentar justificou que o Centro Comercial Popular possibilitará a aglomeração de pessoas, facilitando a transmissão e o contágio pelo novo Coronavírus.

Considerando o Projeto de Requalificação do novo Centro Comercial de Feira de Santana, a Portaria de no 01/2020, emitida pela Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, no dia 29 de fevereiro, estabeleceu o prazo de 30 dias para os vendedores ambulantes retirarem as barracas instaladas em determinados locais da cidade, como na rua Sales Barbosa, avenida Senhor dos Passos e praça do Nordestino. Entretanto, Luiz da Feira criticou a medida, afirmando que o Shopping Popular vai promover a aglomeração de pessoas, deixando idosos e comerciantes vulneráveis a infecção pelo COVID-19.

E solicitou: “eu venho aqui pedir para o prefeito suspender essa retirada de todos os camelôs e a transferência para o entreposto. Com a situação do Coronavírus, estão suspendendo todos os eventos, então eu peço que vejam essa situação, porque o nosso Shopping Popular tem muito estrangeiro”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123318 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.