Salvador: Espetáculo ‘As vantagens do uso da metonímia’ estreia no Museu de Arte da Bahia

Cena do espetáculo ‘As vantagens do uso da metonímia’.
Cena do espetáculo ‘As vantagens do uso da metonímia’.
Cena do espetáculo ‘As vantagens do uso da metonímia’.
Cena do espetáculo ‘As vantagens do uso da metonímia’.

Uma imersão em sua própria história é a premissa do espetáculo “SETE (ou As Vantagens do Uso da Metonímia) ”. Dirigida por Otávio Correia, a nova peça do grupo Os Disponíveis de Teatro apresenta uma proposta de meta teatro para trazer ao espectador uma viagem a suas próprias memórias, levando-o a compreender o caminho que percorreu para chegar onde hoje se encontra. A peça é apresentada todos os sábados e domingos de março, até o dia 29, às 19h, no Laboratório de Experiência Estética do Museu de Arte da Bahia.

O espetáculo é inspirado nas obras metalinguísticas de Luigi Pirandello (1867 – 1936), dramaturgo, poeta e romancista italiano, e conta a história do escritor Seth que se encontra em crise devido ao fracasso de seu texto anterior, mas que precisa buscar inspiração para sua futura obra. Como estratégia de superação, ele se une à Poppy – personagem principal do seu último fracasso – para entender onde errou, assim, ambos percorrem todos os textos do escritor à procura de respostas. Durante essa análise, Seth enfrenta fantasmas e relembra acontecimentos que o levaram a escrever aqueles textos, construindo uma relação entre ficção e realidade.

Estrelada por Bárbara Laís Machado, vencedora do Prêmio Braskem de Teatro 2019 (Categoria Revelação) e pelos atores Emerson Almeida e Thiago Ribeiro, “SETE (ou As Vantagens do Uso da Metonímia)” traz um toque de dramaticidade e humor, brincando com o gênero e trazendo reflexões e questionamentos sobre a relação entre indivíduo e universo. Para Otávio Correia, a peça “propõe uma imersão na história de Seth para que a plateia tome sua própria história como perspectiva. Esperamos que cada um se faça as perguntas: Quem conta minha história? Como contam a minha história? Quem sou eu na minha história? Qual a minha ficção? Ou seja, é um chamado para pensarmos sobre nossas próprias narrativas”.

Os Disponíveis – Grupo formado por artistas e produtores da Faculdade de Teatro da UFBA, responsáveis pela montagem dos espetáculos infantis “Pinno, ou Fannie” e “Jack, a do mal. Ou não”, esse último rendeu a atriz Bárbara Laís o Prêmio Braskem de Teatro 2019 na categoria Revelação. Em sua trajetória, “Os Disponíveis” buscam trabalhar com textos que provoquem a investigação e descoberta do eu, enquanto força transformadora do mundo.

Agenda

O quê: Espetáculo ‘As vantagens do uso da metonímia’

Quando: Até 29 de março, sábados e domingos, às 19h

Onde: Museu de Arte da Bahia – MAB (Corredor da Vitória – 2340)

Ficha Técnica

Encenação, Dramaturgia e Direção Artística (cenário, luz e figurino): Otávio Correia

Elenco: Barbara Laís, Emerson Almeida e Thiago Ribeiro

Operação de Som: Victor Sampaio

Produção: Os Disponíveis Coletivo Teatral

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120656 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.