MP sugere medidas contra o coronavírus em instituições de longa permanência de idosos em Feira de Santana

MPBA emite recomendação com relação aos idosos, no contexto das medidas de prevenção a pandemia do Covid-2019.

MPBA emite recomendação com relação aos idosos, no contexto das medidas de prevenção a pandemia do Covid-2019.

O Ministério Público da Bahia (MPBA) sugeriu nesta terça-feira (17/03/2020) uma série de medidas a serem adotadas em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) em Feira de Santana, com o objetivo de impedir a dispersão do coronavírus entre o público idoso. Com cinco casos de contaminação registrados até a data de hoje, Feira de Santana decretou Estado de Emergência por conta da doença.

O MP, por meio da promotora de Justiça Márcia Moraes dos Santos Vaz, sugeriu que as visitações sejam restritas aos familiares e profissionais de saúde que atendem diretamente os idosos, devendo o contato ocorrer em local aberto, salvo em caso de idosos acamados. Quando houver a presença de sintomas sugestivos do coronavírus, as visitas devem ser pontualmente suspensas.

Dirigida à Coordenação Feirense de Assistência Social (Afas), as sugestões abrangem ainda atenção especial a cuidados de higiene, a exemplo da limpeza diária de todos os ambientes, roupas de cama e banho dos idosos, com material adequado. Utensílios como louças, roupas de banho e de cama não deve ser compartilhado entre os idosos. Por fim, o MP sugere que, em caso de sintomas como febre, fraqueza severa ou desconforto respiratório, o idoso seja “imediatamente isolado”, devendo os profissionais de saúde entrar prontamente em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, seguindo “criteriosamente os protocolos de intervenção recomendados”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]