Governo Rui Costa e consórcio chinês realizam mais uma reunião sobre a ponte Salvador-Ilha de Itaparica

Secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti debate com representantes do consórcio de empresas da China, responsável pela construção e operação da Ponte salvador-Ilha de Itaparica.
Secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti debate com representantes do consórcio de empresas da China, responsável pela construção e operação da Ponte salvador-Ilha de Itaparica.

Mais uma reunião de acompanhamento foi realizada nesta segunda-feira (09/03/2020), entre representantes do Governo do Estado e do consórcio que fará a construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica. Dentre os assuntos tratados estão as expectativas para as áreas dos canteiros de obra, as licenças ambientais necessárias e a apresentação de uma prévia do cronograma de construção. O encontro foi realizado na Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), no Centro Administrativa da Bahia (CAB), em Salvador.

“Os encontros são importantes e necessários para a discussão das informações técnicas que antecedem a elaboração do projeto de construção da ponte”, explicou o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti. É importante lembrar que ainda está em andamento o prazo para a assinatura do contrato. A homologação da licitação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 24 de janeiro. A contar desta data, há um prazo para a assinatura do contrato de 60 dias prorrogáveis por mais 30 dias.

“O consórcio vencedor tem esse ano para apresentar as licenças necessárias e finalizar o projeto para a execução da obra. Nesse sentido, estamos bem alinhados no processo e seguindo todos os tramites necessários para início das obras, que começam em 2021”, destacou o chefe da Casa Civil, Bruno Dauster.

As reuniões de acompanhamento estão sendo feitas desde janeiro e fazem parte da tramitação para a assinatura do contrato. Além dos representantes das empresas que integram o consórcio chinês e dos secretários Marcus Cavalcanti e Bruno Dauster, estiveram presentes na reunião membros das secretarias do Planejamento (Seplan) e do Meio Ambiente (Sema).

O Consórcio e a Ponte

Formado pelas empresas China Railway 20 Bureau Group Corporation – CR20; CCCC South America Regional Company S.Á.R.L – CCCC SOUTH AMERICA e China Communications Construction Company Limited – CCCCLTD, o consórcio terá um ano para elaborar o projeto e outros quatro anos para construir o equipamento. A gestão e administração da ponte terá duração de 30 anos. A previsão é que sejam gerados sete mil empregos durante a obra nesta ponte que será a segunda maior da América Latina.

A ponte, com 12,3 quilômetros de extensão, está inclusa no Sistema Viário do Oeste, que também contempla a implantação dos acessos ao equipamento em Salvador, por túneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001, junto com uma nova rodovia expressa, e a interligação com a Ponte do Funil, que também será revitalizada. A construção da ponte encurtará o tempo de deslocamento em cerca de 100 quilômetros, beneficiando de imediato 250 municípios e 10 milhões de pessoas das regiões oeste, sudoeste, sul e extremo sul.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109706 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]