Feira de Santana: Vereadora abordou especulações para as próximas eleições e encorajou aqueles que querem entrar na disputa

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Em 2004, quando me candidatei, tinham quatro partidos me convidando porque acreditavam que eu era um bom cabo eleitoral e eu tive que escolher.
Em 2004, quando me candidatei, tinham quatro partidos me convidando porque acreditavam que eu era um bom cabo eleitoral e eu tive que escolher.
Em 2004, quando me candidatei, tinham quatro partidos me convidando porque acreditavam que eu era um bom cabo eleitoral e eu tive que escolher.
Em 2004, quando me candidatei, tinham quatro partidos me convidando porque acreditavam que eu era um bom cabo eleitoral e eu tive que escolher.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (16/03/2020), na Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB) tratou sobre as especulações para as próximas eleições e encorajou aqueles que querem entrar na disputa.

“Quero retribuir as palavras de gentileza direcionadas a mim pelo presidente José Carneiro Rocha. Digo o mesmo dele. Só sinto o grande impacto que gerará no partido. Fico pensando em relação à cultura dos novatos de pensarem em não se filiar a partidos que tem vereador, acreditando que não vão ganhar a eleição. Teremos muitos partidos, um aumento de candidatos e consequentemente uma grande concorrência”, pontuou Eremita.

E continuou. “ Em 2004, quando me candidatei, tinham quatro partidos me convidando porque acreditavam que eu era um bom cabo eleitoral e eu tive que escolher.  Fiquei com Eliana Boaventura no PP. Nesta Casa aqui tinham cinco de mandato: Irmão Fernando, Pedroso, Moacir, Jorge Oliveira e Nei Bicho Bacana. Depois entramos eu, Getúlio Barbosa, Joel e Dainho”, lembrou.

E incentivou os novatos para a disputa. “No dia de fazermos a filmagem para TV, Dainho passou com seu paletó animado e disse que eu iria somar no partido. Minha fala hoje é direcionada para quem é novato: garanta seu potencial de voto e trabalho, vá em frente. Se tem um trabalho de formiguinha, vai ser uma grande surpresa aqui. Garanta seu trabalho. Excluir vereador é uma grande displicência. Colocaram na cabeça que precisam de mais de 1500 votos para ser eleito e tem partido que corre o risco de não fazer coeficiente eleitoral. Podemos ter vereador com 6 mil votos e não fazer o coeficiente. Quem garante que quem teve mais de 5 mil votos na última eleição terá novamente? Cada eleição é uma, as eleições são diferentes. Então, digo aos novatos para confiarem em seus trabalhos e talentos”, sugeriu.

A edil frisou mais a importância da filiação de mulheres no partido. “ Em feira de Santana, como presidente do PSDB, quero mulheres corajosas, que reconheçam a competência que têm. A maioria dos novos vereadores não devem ter medo, devem confiar no trabalho. Tem aqui um vereador novo que está trabalhando muito. Lembro uma vez que meu filho disse que Nilton Torres seria o mais votado e eu disse que ele perderia. Disse isso porque eu andava nas ruas e ouvia as pessoas e, de fato, ele perdeu’, relatou.

Em aparte, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) ratificou o que disse Eremita. “ O novo cálculo traz uma nova forma de chegar ao coeficiente. Partido que só tiver candidato nanico terá pouca chance. Tem toda razão no que diz”, concordou.

Para finalizar, Eremita enalteceu sua coragem de enfrentar o pleito. “Sou uma mulher corajosa e trabalho, sei bem o que faço. Não garanto repetir minha votação, mas digo que vou pra luta. Coragem e determinação chama-se Eremita Mota em Feira de Santana”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113710 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]