Dia da Mulher fomenta discussões sobre empoderamento feminino nas escolas municipais de Feira de Santana

A força e o empoderamento feminino foram os principais temas das discussões que marcaram o Dia da Mulher nas escolas da Rede Municipal de Educação.
A força e o empoderamento feminino foram os principais temas das discussões que marcaram o Dia da Mulher nas escolas da Rede Municipal de Educação.
A força e o empoderamento feminino foram os principais temas das discussões que marcaram o Dia da Mulher nas escolas da Rede Municipal de Educação.
A força e o empoderamento feminino foram os principais temas das discussões que marcaram o Dia da Mulher nas escolas da Rede Municipal de Educação.

A força e o empoderamento feminino foram os principais temas das discussões que marcaram o Dia da Mulher nas escolas da Rede Municipal de Educação, transcorrido este domingo (08/03/2020). Na última semana, estudantes, professores e a comunidade realizaram várias atividades em torno das vivências femininas.

Na última sexta-feira, 6, as mães e responsáveis pelas crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Irma Rosa de Lima Caribé Amorim, do Bairro Santo Antonio dos Prazeres, debateram a valorização da mulher e o resgate da autoestima. Elas foram acolhidas com uma apresentação cultural e contaram com a palestra da professora Neumam Ribeiro de Brito que abordou o tema “Mulher: força, emoção, ação”. Neuman já foi integrante da Rede e agora está aposentada.

Figuras femininas importantes como Malala, Irmā Dulce, Dandara, Maria da Penha e Frida Kahlo foram representadas pelas professoras da Escola Municipal Adenil da Costa Falcão, do bairro Brasília, na homenagem às mães, responsáveis e funcionárias da unidade de ensino. A ideia foi trazer para o evento mulheres responsáveis por diversas transformações em vários países.

Já na Escola Municipal Dr. Clóvis Ramos de Lima, Parque Ipê, os estudantes do 7º ano discutiram o “Empoderamento Feminino a partir do estudo da biografia e obras da escritora Carolina Maria de Jesus”, uma das primeiras escritoras negras do Brasil. A atividade foi realizada na aula de Língua Portuguesa.

“Ela foi um exemplo de superação e de resistência. Carolina deixou um legado para toda mulher: independentemente de nossa situação social precisamos lutar por um lugar melhor, por sermos ouvidas, lutar para realizar nossos sonhos e desejos. Foi maravilhoso o envolvimento da turma com a literatura afrobrasileira. É de fato algo que precisamos levar para nossas aulas”, destaca a professora Cláudia Gomes, responsável pela atividade.

“Mulheres que compõem histórias” foi o tema escolhido na Escola Municipal Padre Giovanni Ciresola. O objetivo é levar para as salas de aula e para toda a comunidade escolar reflexões a respeito do papel da mulher na sociedade, as conquistas e a vida de cada uma que contribuiu para uma vivência mais igualitária.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110940 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]