Primeira estimativa de 2020 para safra de grãos da Bahia aponta aumento de 3,5% em relação a 2019

Safra de grãos 2020 da Bahia tem tendência de crescimento, apontam dados do IBGE.
Safra de grãos 2020 da Bahia tem tendência de crescimento, apontam dados do IBGE.
Safra de grãos 2020 da Bahia tem tendência de crescimento, apontam dados do IBGE.
Safra de grãos 2020 da Bahia tem tendência de crescimento, apontam dados do IBGE.

A primeira estimativa para a safra baiana de cereais, leguminosas e oleaginosas (também conhecidos como grãos) em 2020 prevê, em janeiro, uma produção de 8.569.934 toneladas neste ano. Isso representa um aumento de 3,5% (ou mais 286.274 toneladas) em relação à safra de 2019 (8.283.660 toneladas).

Segundo as informações obtidas até o momento, esse incremento na produção deverá ser puxado pelo milho 1ª safra (de 1,37 milhão para 1,53 milhão de toneladas, o que representa mais 159,6 mil toneladas, ou uma colheita 11,7% maior que a de 2019); pelo milho 2ª safra (de 276 mil para 358,8 mil toneladas, o que representa mais 82,8 mil toneladas, ou +30,0%); e pelo feijão 2ª safra (de 117,6 mil toneladas para 184,2 mil toneladas, mais 66,6 mil toneladas, ou +56,6% em 2020).

A área a ser colhida com grãos na Bahia, em 2020, está estimada em 3.152.265 hectares (ha) e deverá ser um pouco maior (+0,7%) que a de 2019 (3.130.065 ha). Além disso, a previsão é de aumento da produtividade em 5 dos 11 produtos desse grupo investigados no estado, com destaque positivo para o feijão 2ª safra, cujo rendimento deve subir 63,9%, passando de 535 kg/ha em 2019 para 877 kg/ha em 2020.

Por outro lado, dentre os grãos baianos, a soja tem o principal destaque negativo nessa primeira estimativa da safra 2020.

Com a maior produção do grupo, a oleaginosa tem, em janeiro, uma previsão de leve queda na produção, que deverá ficar em 5,3 milhões de toneladas neste ano, 0,2% menor que a de 2019 (5,309 milhões de toneladas). A razão é a estimativa de uma queda no rendimento médio da cultura, de 3.360 kg/ha para 3.313 kg/ha (-1,4%).

Além da soja, entre os grãos, o trigo (de 30 mil para 14,4 mil toneladas, ou -52,0%) e o feijão 1ª safra (de 172,8 mil para 137,3 mil toneladas, ou -20,6%) também têm previsões de safras menores em 2020.

Para o Brasil como um todo, a estimativa de janeiro para a safra de grãos 2020 é de 246,7 milhões de toneladas, 2,2% maior que a de 2019 (mais 5,3 milhões de toneladas), com uma área a ser colhida de 64,3 milhões de hectares, 1,7% maior (mais 1,1 milhão de ha)

As informações são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado mensalmente pelo IBGE. O grupo de cereais, leguminosas e oleaginosas (grãos) engloba os seguintes produtos: arroz, milho, aveia, centeio, cevada, sorgo, trigo, triticale, amendoim, feijão, caroço de algodão, mamona, soja e girassol.

A partir das informações desta primeira estimativa, a Bahia deve se manter, neste ano, com a oitava maior produção de grãos do país, respondendo por 3,5% do total nacional. Mato Grosso deverá continuar na liderança, respondendo por 27,1% do total, seguido, mais uma vez, por Paraná (15,8%) e Rio Grande do Sul (14,2%).

Em janeiro, estimativa é que 9 das 25 safras de produtos investigados na Bahia deverão ser maiores em 2020

Das 25 safras de produtos investigadas pelo LSPA na Bahia, 9 deverão ser maiores em 2020 do que em 2019, segundo a primeira estimativa do ano.

As produções com previsão de maior crescimento, em termos absolutos, no estado são justamente as de milho 1ª safra (+159,6 mil toneladas), milho 2ª safra (+82,8 mil toneladas) e feijão 2ª safra (+66,6 mil toneladas).

Por outro lado, cana-de-açúcar (-164 mil toneladas), banana (-134,3 mil toneladas) e feijão 1ª safra (-35,5 mil toneladas) lideram, nesta primeira estimativa, as quedas absolutas de produção.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115091 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.