Policiais armados e mascarados não são grevistas, são criminosos, diz ex-presidenta Dilma Rousseff sobre episódio de violência no Ceará

Dilma Rousseff: Vários estados registram indisciplina e abusos nas PMs, até com o apoio de autoridades (no RJ e SP). Quem atirou no Senador sentia-se amparado na autoridade federal que apoia a violência e a elogia. Amplia essa percepção a relação com milicianos e a defesa da liberação de armas.

Dilma Rousseff: Vários estados registram indisciplina e abusos nas PMs, até com o apoio de autoridades (no RJ e SP). Quem atirou no Senador sentia-se amparado na autoridade federal que apoia a violência e a elogia. Amplia essa percepção a relação com milicianos e a defesa da liberação de armas.

A ex-presidenta Dilma Rousseff foi às redes sociais nesta quinta-feira (20/01/2020) para condenar o atentado contra o senador Cid Gomes (PDT-CE) nesta quarta-feira (19). Cid foi alvejado ao tentar conter a greve dos policiais militares no Ceará. Dilma também fez críticas ao motim dos PMs e os chamou de “criminosos”.

A ex-presidenta chamou atenção para a ilegalidade da greve dos agentes e pediu para que os mesmos sejam condenados. “Repudio o atentado contra Cid Gomes. A tentativa de homicídio de um Senador da República pode levar a um ambiente de descontrole e violência não apenas no Ceará, mas no país. Policiais armados e mascarados não são grevistas, são criminosos, e como tal devem ser detidos e punidos”, escreveu a ex-presidenta no Twitter.‌

Nesta quarta-feira (19/02/2020), um grupo de PMs declarou estar em greve ilegalmente no estado. Homens encapuzados foram vistos circulando em viaturas obrigando o fechamento de comércio e forçando as pessoas a ficarem em casa.

Em outro trecho de sua publicação, Dilma chama atenção para o amparo das autoridades federais com relação à impunidade dos PMs. “Quem atirou no Senador sentia-se amparado na autoridade federal que apoia a violência e a elogia”, disse.

“O perigo é que uma crise de autoridade nos estados, com policiais amotinados, armados e aterrorizando a população, vire ingrediente para uma situação propícia a aventuras e golpes. Seria uma grave ameaça à democracia, produzindo a instabilidade política que leva às ditaduras”, continuou.

*Com informações da Revista Fórum.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]